Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Agora, com a alma criativa de Beja, felizmente, já está tudo bem!”

“Deixou de se estimular e promover a participação e discussão publica, sendo tudo decidido unicamente pelo presidente, mas agora já está tudo bem!
Os investimentos nas acessibilidades rodoviárias e ferroviárias e os serviços sociais, de saúde e educação vão sendo reduzidos pelo Governo e o executivo municipal maioritário mantém um silêncio cúmplice, mas agora já está tudo bem!
Agora, com a alma criativa de Beja, felizmente, já está tudo bem!”

Assim termina o artigo de Jorge Pulido Valente, in: http://www.correioalentejo.com/?opiniao=1204&page_id=56

A Festa das Maias regressa a Beja amanhã

A cidade de Beja recebe amanhã a Festa das Maias numa iniciativa da Associação de Defesa do Património de Beja (ADPB).  

A partir das 10 da manhã, as Maias vão estar nos seus altares nas Portas de Mértola, em Beja. No centro da cidade actuarão grupos do Conservatório Regional e haverá artes de rua com a Escola Profissional Bento de Jesus Caraça. Às 12 horas cantam os Adiafa e os Bubedanas.

A Associação desafia a população a merendar à tarde no Jardim Público de Beja.

A partir das 15h30 haverá Teatro Infantil com o Fórum de Moura, Jogos tradicionais com os Arruaça, Contos e estórias com Ana Santos e Fátima Silva. O programa fecha com a actuação dos Nau, dos Alentejanos e de António Zambujo.

“As Maias podem trazer dinheiro de turistas” a Beja diz Florival Baiôa, presidente da Associação de Defesa do Património de Beja. 

 

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=3860

“Alentejo, Alentejo” distinguido como Melhor Longa-metragem Portuguesa pelo IndieLisboa 2014

“Alentejo, Alentejo”  é o nome do documentário do realizador Sérgio Tréfaut sobre o cante alentejano, que foi o vencedor, na categoria de filmes nacionais, do festival internacional de cinema independente IndieLisboa 2014.

Um prémio que distingue o cante alentejano, a alguns meses de se saber se a Unesco o vai reconhecer ou não, como património imaterial da humanidade.  

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=2834

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ah, estamos bem... temos taxas de água, esgoto e l...

  • Zé LG

    Se não disser do que se trata ficamos na mesma, se...

  • Anónimo

    Estranho, sim...

  • Anónimo

    Sem dúvida.Um autentico murro no estomago no todo ...

  • Anónimo

    Concorso, embora há um senão, que não foi esclarec...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds