Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Museu Regional pode passar para a Câmara de Beja

Tendo em atenção o novo enquadramento legal proposto pelo Governo para as assembleias distritais, que visa a extinção das mesmas, na reunião extraordinária efectuada ontem, foi proposta também, a criação de um quadro que permita garantir o futuro dos postos de trabalho, assim como nas responsabilidades e funções do Museu Regional, uma perspectiva para os próximos tempos, que faça desta instituição uma entidade com maior projecção.

Naquele contexto, o presidente da Assembleia Distrital avançou com a proposta de uma passagem, gradual, da responsabilidade do quadro de pessoal e Museu Regional, para a Câmara de Beja.

A ideia é que a mesma seja feita num determinado espaço temporal, de cerca de oito anos, e implica que o Município de Beja fique, de ano para ano, com uma maior percentagem à sua responsabilidade do Orçamento e que vá absorvendo, de forma gradual, os seus funcionários.

A proposta foi bem recebida pelo Município de Beja e pelas restantes autarquias que integram a Assembleia Distrital.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=1975

Santiago Macias defende transferência “faseada” do Museu Regional para a Câmara de Beja

ULSBA recebeu 22 novos médicos

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo recebeu este mês 22 novos médicos: 15 internos do ano comum e 7 de formação específica.  

De acordo com a ULSBA, nas palavras dirigidas aos novos internos, Emília Duro, Directora do Internato Médico da ULSBA, destacou o facto do Hospital de Beja ter, há muitos anos, tradição em formação com qualidade”. A mesma responsável referiu ainda a “importância do conhecimento do Código Deontológico da Ordem dos Médicos, a aprendizagem da comunicação com o doente e com a família e o bom relacionamento que deve existir entre todos os profissionais”, diz ainda a ULSBA.

Neste momento a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo conta, actualmente, com um total de 90 Internos, entre médicos do ano comum e Internos em formação específica, nas diversas especialidades.

A ULSBA refere que a “vinda dos 22 médicos é um incentivo”. A mesma fonte destaca que em 2012, dos seis médicos do ano comum que fizeram a sua formação no Hospital, quatro optaram por continuar na Unidade Local a sua formação específica. Já em 2013, dos dez Internos do ano comum, cinco optaram por continuar a sua formação na ULSBA.

A Unidade Local considera que “estas opções reforçam a qualidade de formação na ULSBA, mantendo-se a oportunidade de se fixarem mais médicos na nossa região.

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=2882

Comentários recentes

  • Anónimo

    O hospital do Litoral Alentejano tem aprovado um i...

  • Anónimo

    Deve haver algum ruído de fundo e bem forte, ou en...

  • Anónimo

    Não sei?Mostre lá um único estudo ambiental sobre ...

  • Anónimo

    Tão mauzinho!

  • Anónimo

    O Grupo que controla a UCASUL quer criar uma nova ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds