Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

PS cria “Executivo Sombra” da Câmara de Beja

Jorge Pulido Valente - coordenação geral do grupo e das suas actividades e as áreas do Desenvolvimento Económico e Social, Cooperação Institucional, Serviços Operacionais (obras por empreitada e administração directa, serviços urbanos, zonas verdes, protecção civil), apoiado por, Laura Rodrigues (área do Desenvolvimento Social) e Luís Filipe Palma (área dos Serviços Operacionais).

José Velez - Educação, Cultura, Desporto, Património e Juventude, apoiado por José Filipe Guerreiro.

Ana Horta - Mobilidade, Ambiente e Ordenamento, Urbanismo e Freguesias.

Rui Marreiros - Administração Geral e Financeira, Recursos Humanos, Comunicação, Empresas Municipais e Entidades Participadas. 

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=1697

Jorge Pulido Valente, vereador do PS na Câmara de Beja, diz que este é um “executivo sombra” que pretende acompanhar “a par e passo” o trabalho feito pela CDU. Na opinião do eleito este grupo é “um ganho importante para o trabalho autárquico em geral”.

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=2573

Miguel Rego apresenta “Memórias de uma Mina: Rossio de S. Sebastião (Castro Verde)”

Quarta feira, dia 4 de dezembro, realiza-se pelas 18h30, no Fórum Municipal de Castro Verde, a apresentação do livro “Memórias de uma Mina: Rossio de S. Sebastião (Castro Verde)”, da autoria de Miguel Rego. 

“Memórias de uma Mina” é um trabalho de divulgação e de investigação que reúne histórias contadas na primeira pessoa, por gente que trabalhou numa das primeiras minas de Barite em Portugal, a Mina do Rossio de S. Sebastião. Durante largas dezenas de anos, esta foi a porta de entrada para o mundo do trabalho de grande parte dos jovens da vila que ali procuravam, para além do seu sustento, contribuir para a parca economia doméstica.

In: http://www.bejadigital.pt/NoticiaDisplay.aspx?ID=6346

Comentários recentes

  • Anónimo

    Já tu estás bem identificado...

  • Anónimo

    Tratas em anónimo, porque cara a cara deves fugir ...

  • Anónimo

    Em termos gerais!

  • Anónimo

    E do PC no início do Rocha, tudo malta do mais cre...

  • Anónimo

    A malta sabe que esta gente da geringonça nunca c...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds