Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

«"Por Beja Com Todos" é já um grande vencedor das eleições autárquicas /2013 em Beja»

 

Caro Lopes Guerreiro quero felicitar-te pelo excelente contributo cívico e político que o movimento "Beja Com Todos" deu para o reforço da cidadania activa e para uma democracia mais participada e abrangente. A participação cívica dos cidadãos é uma urgência crescente face ao fechamento e comportamento egocentrista dos Partidos. A perda de credibilidade destes é acompanhada pela redução da sua representatividade. Apesar de constituírem um pilar fundamental do regime democrático, cresce de forma continua e sustentada o número daqueles que não se revêem na prática e no comportamento dos Partidos. Quando um Partido apresenta um lista de candidatos a uma Assembleia Municipal, em que quase 50% são funcionários da Câmara Municipal, esta candidatura já não representa os munícipes do território, na sua diversidade e pluralidade mas representa apenas um pequeno grupo de interesses instalados. Como diz o Tozé Seguro é preciso "dar voz à indignação " e rejeitar, sem hipocrisias, esta forma de fazer política. Por isso, e independentemente, do resultados do próximo domingo, o movimento "Beja Com Todos" é já um grande vencedor das eleições autárquicas /2013 em Beja. O seu aparecimento constituiu uma lufada de ar fresco, veio alargar o debate e trazer para a participação cívica e política pessoas que de outra forma não estariam envolvidos e isto é particularmente relevante. Parabéns e votos das maiores felicidades pessoais e politicas para o Movimento e para todos aqueles que não se resignam.

Ricardo Silva

In: http://alvitrando.blogs.sapo.pt/2540831.html?view=5813279#t5813279

As listas independentes e a demissão dos portugueses

 

Para não ser injusto, quero deixar de fora várias candidaturas de cidadãos que realmente o são (tenham eles ou não militância partidária). Entre algumas, estão as de Braga, Coimbra, Santarém e Beja, para além de outras em concelhos menos populosos. É pelo menos seguro que não nasceram de ajustes de contas dentro dos partidos.

Portugal não tem vida partidária a mais. Tem sociedade civil a menos. Porque há, em Portugal, uma cultura de demissão cívica, que começa no bairro e na empresa e acaba no País. Há exceções, seja no associativismo cultural e desportivo, seja nos bombeiros ou no voluntariado social. Mas raramente correspondem ao desejo de uma participação política cidadã. Não, os portugueses não estão apenas fartos dos políticos. A prova é que depositam neles, sem hesitar, todo o poder. Do que os portugueses estão há muitos anos distantes é da política. Porque não querem saber da pólis. Porque têm um baixíssimo sentido de pertença a uma comunidade. E por isso têm tido tão maus governantes. Quem não exerce a cidadania democrática no quotidiano dificilmente pode fazer escolhas acertadas de 4 em 4 anos.


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/as-listas-independentes-e-a-demissao-dos-portugueses=f832175#ixzz2g8TxFOPe

"Por Beja com Todos" encerra campanha eleitoral com VISITA GUIADA AO CENTRO HISTÓRICO

Para encerramento da Campanha Eleitoral, enfatizando a importância que atribui ao Centro Histórico e assinalando o Dia Mundial do Turismo e o Dia dos Monumentos Nacionais, o movimento independente e plural "Por Beja com Todos" vai realizar uma VISITA GUIADA, pelo seu candidato Florival Baiôa, AO CENTRO HISTÓRICO, com início previsto para as 17 horas, no Castelo.

Balanço da Campanha Eleitoral

Referindo que esta foi a primeira campanha eleitoral do “Por Beja com Todos”, Lopes Guerreiro, que lidera a candidatura do Movimento Independente, fez um “balanço positivo”, dizendo que a mesma leva a acreditar num bom resultado. Acrescentou que a campanha foi importante pelo conjunto de pessoas que envolveu em torno do movimento e do bom acolhimento que se sentiu junto da população, nos contactos directos efectuados.

Em 2009, a abstenção ficou perto dos 40 por cento e esta é uma questão que não deixa nenhum dos candidatos a Beja indiferentes.

Lopes Guerreiro considera que a abstenção vai ser determinante para a leitura dos resultados. Disse também que um dos objectivos do Movimento é fazer baixar os índices de abstenção e que se tal não acontecer significa que não foi bem-sucedido nesta meta.

Leia e oiça o que os candidatos disseram em: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=1186

Mandato de Pulido Valente revisto através de alguns temas tratados no Alvitrando

 

- Pulido Valente estima que o PDM de Beja entre em vigor no final de Agosto ou início de Setembro. http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=1319

 

- Município de Beja quer criar um núcleo do Instituto do Território

 

- Beja quer ser cidade “inteligente”

 

- Executivo da Câmara de Beja aprovou aumentos da água. CDU votou contra.

 

- Câmara de Beja “inviabiliza pagamento de salários” na AD e Museu Regional

 

- Câmara de Beja isolada na Assembleia Distrital

 

- Jorge Pulido Valente vê “grande dificuldade que o Vivaci avance nos tempos mais próximos” dada a actual conjuntura.

 

- Pulido Valente é “cego, surdo e mudo” … afirma o seu ex-mandatário José Barriga, que esclarece que as razões que o opõem, neste momento, ao presidente do município de Beja, baseiam-se na “não funcionalidade da Câmara de Beja e na forma como Pulido Valente exerce o poder”.

 

- Anunciados cortes nas comparticipações a instituições exigem melhores esclarecimentos da Câmara de Beja

 

- Mandatário da candidatura do PS à Câmara de Beja afirma que a actual maioria é uma “desilusão”

 

- Não estarão a exagerar um bocadinho?!

As varandas e outras zonas da Torre de Menagem do Castelo (que neste ano assinala o centenário da sua classificação como Monumento Nacional) estão em risco de ruir.

Jorge Pulido Valente, presidente da Câmara Municipal de Beja, em declarações exclusivas à Rádio Pax, disse que “o castelo não tem tido as intervenções de manutenção obrigatórias” e acusou a anterior gestão autárquica de “não ter dado a atenção devida” ao castelo, afirmando que “esta é mais uma herança pesada” recebida pelo actual executivo.

 

- Vivaci a polémica na Câmara de Beja

Pulido Valente, presidente da Câmara de Beja, questionado por Miguel Ramalho, vereador da CDU, para clarificar quais as questões pendentes no projecto da Shopping Vivaci Beja a que se referiu em notícia avançada na Rádio Pax, explicou que “reuniu com a FDO” e foi-lhe explicado que “a empresa promotora do projecto já tem as empresas âncora que justificam o investimento para construir este Centro Comercial”, acrescentando que “em causa estão as contrapartidas solicitadas pelo anterior executivo que foram consideradas pela FDO incomportáveis e que iriam inviabilizar o processo”.

 

- Pulido Valente quer trabalhar com todos e para todos

 

- TIQUE DE ANIMAL FEROZ?

“«35 anos depois do 25 de Abril, finalmente, há democracia em Beja», disse Jorge Pulido Valente, o recém-eleito presidente da Câmara de Beja.

Este estranho conceito de democracia, leva-me a deixar uma singela pergunta:

- Oh, Valente, não podias ser mais Polido?”

Publicado por Pedro Martins no seu “A Dita e o Balde

Comentários recentes

  • Anónimo

    Concordo em absoluto que o caminho não é por aí.

  • Anónimo

    O eterno problema das mentes pequeninas e poucochi...

  • Anónimo

    Queria dizer pelotão,mas saiu asneira,que não vi.

  • Anónimo

    Tem tudo para ganhar.

  • Anónimo

    A Margalha não entra na lista para favor número co...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds