Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

As contas da Câmara de Beja

Vereadores da CDU voltam a exigir "prestação de contas" (in: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=1121) e “Mais Beja” diz ser urgente conhecer real situação financeira da Câmara (in: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=1124).

 

É estranho que estas forças políticas que tomam estas posições não secundem o movimento independente e plural “Beja Com Todos” na sua exigência da realização de uma avaliação externa às contas da Câmara Municipal de Beja e empresas municipais…

“Por Beja Com Todos” quer construir com os cidadãos um território INCLUSIVO, EDUCADOR e SUSTENTÁVEL

          A candidatura aos órgãos autárquicos do movimento de cidadãos, independente e plural, “Por Beja Com Todos”, com o programa que ora se apresenta, pretende refletir a MUDANÇA que se impõe no que respeita ao poder autárquico, bem como a relação deste com o poder central, com as organizações de conhecimento da região, com os empresários, com os agentes associativos, com os recursos, com os cidadãos – uma mudança assente numa cultura de Responsabilidade e de Participação Cívica que potencie a nossa capacidade de nos pensarmos enquanto TERRITÓRIO. “Por Beja Com Todos” assume-se, assim, como uma plataforma de reflexão/ação para pensar o território, cuidar do território e que se consubstanciará numa nova forma de o habitar.

         O concelho de Beja vive uma crise de confiança, de credibilidade e de liderança que tem vindo a acentuar-se. Beja tem vindo a perder centralidade na Região. Tem vindo a perder voz, capacidade de se fazer ouvir e mesmo de falar a uma voz, até na definição das estratégias de desenvolvimento do concelho. 

         Sem conseguir potenciar as dinâmicas de desenvolvimento que sustentaram o seu passado: a força da sua relação com a terra e com o seu património, também não soube, projetar-se em direção ao futuro, construindo verdadeiras sinergias em torno de projetos estruturantes, subaproveitando oportunidades e recursos.

         Sem desenvolvimento económico, sem emprego, sem boas acessibilidades não existe fixação populacional e, sem pessoas, o concelho perde escolas, capacidade produtiva e conhecimento.

         A crescente reafirmação de Beja passa também por assumir, com responsabilidade e em cooperação, o seu papel de centralidade cultural no contexto regional, não só dinamizando a área geográfica que integra, mas igualmente posicionando-a para o intercâmbio com outras regiões que lhe estão próximas, nomeadamente a Andaluzia e a Estremadura espanholas, os territórios da bacia do Mediterrâneo e até os Países de Língua Oficial Portuguesa.

         Com respeito pelos partidos, nos quais tem assentado quase todo o traçado democrático, e fazendo um balanço entre o “ter e o haver”, consideramos que teria sido possível fazer diferente, mais sustentado. Em muitos casos teria sido possível fazer melhor. Daí que o futuro se nos apresente como construção partilhada e como um desafio, em que o poder autárquico, enquanto facilitador, também será, ele próprio, um catalisador dessas sinergias.

         O respeito pelas pessoas, pelas empresas e pelo ambiente deverá consubstanciar uma nova geração de políticas capazes de sedimentar a identidade cultural deste concelho, de modo a melhorar a qualidade de vida de quem o habita, construindo com os cidadãos um território INCLUSIVO, EDUCADOR e SUSTENTÁVEL, um concelho onde apeteça viver, investir e visitar.

         É, pois, em torno desta trilogia Pessoas/Empresas/Ambiente, que edificamos os eixos de reflexão/ação do movimento “Por Beja Com Todos”, estruturando o programa eleitoral que vos propomos, e assim contribuir para um conceito de CIDADE E TERRITÓRIO, onde cada pessoa se possa realizar, aprender, trabalhar, VIVER, que introduza novas dinâmicas coletivas que reforcem a identidade e o sentimento de pertença, mas que, igualmente, nos preparem e desafiem para a mudança.

INTRODUÇÃO do Programa Eleitoral do “Por Beja Com Todos”, que pode ser lido em: http://www.porbejacomtodos.org/2013/09/programa-eleitoral-do-por-beja-com.html

Comentários recentes

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds