Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Há 30 anos, fomentando a cooperação intermunicipal e com outras entidades

No dia 1 de Julho de 1993, foram assinados os protocolos de colaboração entre a AMDB, a que presidia, a ARS e a ESAB, para realização de análises das águas e controlo da sua qualidade, aproveitando e potenciando os meios instalados no Laboratório da ESAB.

Na fotografia, entre o Dr. Mário Durval, da ARS, e Carreira Marques, presidente da Câmara Municipal de Beja.

Primeiro-ministro sem braços

Depois da demissão de Miguel Relvas, ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, chegou agora a vez de Vítor Gaspar,  ministro de Estado e das Finanças, bater com a porta (http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=27&did=112963), deixando o primeiro-ministro Passos Coelho sem braços direito e esquerdo (por esta ordem ou pela inversa).

Aqueles que eram apontados, se consideravam e Passos Coelho confirmava, como quem o levou para o governo e era o coordenador político deste (Miguel Relvas) e o número dois do governo e quem, em última análose, nele mandava, bateram com a porta e não se ficaram por aí, fazendo questão de nas suas despedidas apoucarem Passos Coelho, dando-lhes umas facadinhas nas costas.

O primeiro-ministro que, inteiro, já era o que se via, sem braços direito e esquerdo fica como vamos ver. Até quando as mãos de Cavaco Silva por baixo dele vão ser suficientes para o segurar?

Até quando Paulo Portas, ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, vai gozar do prazer da promoção a número dois do governo, por prévia despromoção da nova ministra das Finanças, a actual secretária de Estado do Tesouro, Maria Luís Albuquerque, a braços com operações financeiras e declarações duvidosas.

É a política na sua fase de maior descrédito. Esta gente está apostada e tudo faz para destruir o Estado Social e a Democracia, que levaram gerações a conquistar e construir.

E, perante esta dramática situação, o que faz o PS? Vai continuar à espera que o governo caia de podre?

Turismo Alentejo lança campanha “Alentejo 365 Dias de Emoção”

A Turismo do Alentejo, ERT lançou duas campanhas de marketing operacional “Alentejo 365 Dias de Emoção” e “Ribatejo 365 Dias de Emoção” cujo objectivo é promover a oferta ao nível da animação turística do destino Alentejo e do Ribatejo.

Inspiradas nas emoções / experiências que os turistas podem vivenciar nos dois territórios, as campanhas comunicam os múltiplos produtos que podem ser fruídos ao longo de todo o ano, dinamizadas pelos agentes e empresas de animação.

Com um conceito que aposta em 12 categorias – que variam entre aventuras marítimas, momentos de adrenalina ou passeios na natureza – a campanha tem como principal suporte uma Agenda de Emoções, onde os turistas podem encontrar informações sobre as actividades e o modo como devem proceder à sua reserva. O guia vai estar disponível nas unidades de alojamento e nos postos de turismo.

A nova campanha “Alentejo 365 Dias de Emoção” vai ser também promovida através do site www.visitalentejo.pt – que terá informações actualizadas permanentemente – e de uma campanha de publicidade na televisão, imprensa escrita, rádio e internet, com aposta forte nas redes socais.

In: http://www.registo.com.pt/lazer-e-turismo/turismo-do-alentejo-lancou-365-dias-de-emocao/#.UdFhsNhiKZB

Câmara de Cuba inaugurou Parque Empresarial “Quinta da Graciosa”

Na cerimónia, presidida pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Manuel Castro Almeida, Francisco Orelha, presidente da Câmara de Cuba explicou a importância do investimento que rondou os 3,5 milhões de euros, com financiamento comunitário, e afirmou que, na actual conjuntura, o Governo deve investir mais no interior.

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=1283

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Lagar é uma pena (o que não se fazia com 3,5 mil...

  • Anónimo

    ????????????????????

  • Anónimo

    Ninguém comenta a capa verde?

  • Anónimo

    Obrigado caro amigo. Um grande abraço. Ricardo (Se...

  • Ana Matos Pires

    Sim, vai seguir mail e o jornal fará o que entende...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds