Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Monte Novo e Figueirinha ganhou três medalhas no concurso Wine Master Challenge 2013

Foram distinguidos o Espumante Figueirinha Bruto e os vinhos Herdade da Figueirinha Reserva Tinto 2009 e Comendador Leonel Cameirinha Reserva Touriga Nacional 2010. O vinho Intuição tinto recebeu o prémio “Boa Compra” atribuído pela Revista de Vinhos. A Adega da Figueirinha refere em, comunicado, que “procura produzir vinhos sempre com qualidade e com características próprias”, tendo Filipe Cameirinha, gerente da Sociedade Agrícola do Monte Novo e Figueirinha, afirmado (http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=801) que as medalhas são o “reconhecimento ao trabalho e dedicação aos vinhos e azeites que são produzidos na herdade”.

Ainda bem que voltaste José Sócrates, apesar de não teres desculpa!...

José Sócrates voltou há umas semanas à política activa, desta vez como comentador da RTP.

Voltou em forma, muito bem preparado, como quando desempenhou igual papel, há uns anos, no frente-a-frente com Santana Lopes, que o catapultou para primeiro-ministro.

É importante tê-lo como voz dissonante da esmagadora maioria de comentadores, nas várias televisões, ao serviço (com maior ou menor alinhamento) do poder instalado.

José Sócrates "não brinca em serviço" e os seus comentários atingem, com frequência os principais responsáveis políticos - PR, primeiro-ministro e Paulo Portas -, com criticas certeiras e bem fundamentadas.

É certo que não podemos esquecer as responsabilidades que teve na situação a que Portugal chegou. Mas isso não deve impedir-nos de reconhecer a pertinência da sua intervenção como comentador. Não deixa ninguém indiferente e as suas críticas fazem mossa, pela oportunidade, pertinência e frontalidade.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Palavras para quê? É o PS no seu melhor nas instit...

  • Anónimo

    Factos são factos. Palavras para quê??!

  • Anónimo

    "os filhos da casa" vão resolver o assunto!...o qu...

  • Anónimo

    Deixo aqui um post que retirei do Facebook, de um ...

  • Anónimo

    Não concordo. Como bem diz, dada a manifesta incap...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds