Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Pretende-se que os doentes fiquem irremediavelmente em macas, até "desistirem"?...

Zé LG Zé LG, 09.04.13

Segundo o que consta, existe um plano de redução de camas hospitalares em toda a região do Alentejo. A questão do ex-hospital de Serpa é outra bem diferente. Os utentes do SNS, nós, pagadores de impostos, temos direito à informação sobre essa tão importante matéria. Não é aceitável a ocultação de um tal plano. O encerramento de camas hospitalares resultaria em impedimento de internamentos imprescindíveis. Pretende-se que os doentes fiquem irremediavelmente em macas, até "desistirem"?...

 

Bem, então vamos fazer a perguntinha:

Este governo, na Saúde, assumirá claramente que quer poupar despesa negando tratar doentes que precisam de ser internados?

 

Munhoz Frade aqui.

António Arnaut apela à revolta cívica e democrática

Zé LG Zé LG, 09.04.13

António Arnault, o pai do Serviço Nacional de Saúde, diz que é preciso mobilização porque o povo não aguenta mais.

Com a perspetiva de mais cortes no Estado Social, António Arnaut apela à manifestação, à revolta cívica e constitucional. Este socialista diz que é preciso garantir a dignidade dos portugueses, sublinhando que o povo já não aguenta mais num país que «está ligado ao ventilador».

António Arnaut referiu-se também à posição do Presidente da República, considerando que Cavaco Silva não pode deixar que Pedro Passos Coelho mantenha a atual política.

Para António Arnaut, Passos Coelho é um primeiro-ministro «insensível, incompetente e insensato». Ele é o verdadeiro problema e o presidente tem de o travar, considera o pai do Serviço Nacional de Saúde.

Arnaut está convencido que a confiança manifestada por Cavaco Silva no Governo está apenas relacionada com as negociações que vão acontecer no final desta semana em Bruxelas.

 

Será que o PS subscreve este apelo?