Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Viva o 1º de Maio!

 

A União de Sindicatos do Distrito de Beja assinala o 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador, uma data onde é dado relevo à luta dos trabalhadores e do povo contra o empobrecimento e contra a destruição dos direitos constitucionais.

Na cidade de Beja realiza-se, a partir das 10.00 horas, nas Portas de Mértola, uma concentração seguida de um desfile a pé que tem como destino a Casa da Cultura para onde estão previstas algumas intervenções sindicais.

Nas barragens da Rocha, no concelho de Ourique, do Roxo, concelho de Aljustrel e do Enxoé, concelho de Serpa as iniciativas começam à hora do almoço e incluem animação cultural e musical e intervenções sindicais.

José Ernesto de Oliveira renuncia ao mandato de presidente da Câmara de Évora

O presidente da Câmara Municipal de Évora, José Ernesto Oliveira, do PS, vai renunciar ao mandato por razões pessoais e de saúde, com efeitos a partir de 1 de Maio.

A apresentação da renúncia ao mandato foi o único ponto da ordem de trabalhos da reunião extraordinária de Câmara, realizada nesta segunda-feira, antes de uma sessão ordinária da Assembleia Municipal, em que o autarca vai também dar conhecimento da sua decisão.

O cargo de presidente da Câmara de Évora será assumido pelo actual vice-presidente, Manuel Melgão, que já formalizou a candidatura, junto da concelhia do partido, para liderar a lista do PS ao município nas autárquicas deste ano.

Biblioteca Municipal de Beja celebra 20º aniversário

A Biblioteca Municipal de Beja comemora, nesta terça-feira, 20 anos de integração na rede nacional de bibliotecas públicas, com um vasto programa de actividades, que tem como objectivo assinalar esta data, em conjunto com leitores, técnicos, escritores e mediadores de leitura, afirmou a directora deste espaço cultural da cidade, Paula Santos, que explicou, igualmente, que a Biblioteca Municipal de Beja foi criada em 1874, mas que as comemorações do dia de hoje celebram o novo modelo de leitura pública.

Ver programa em: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?q=C/NEWSSHOW/53827

“Beja beneficiará de um novo miradouro panorâmico no depósito de água”

A Câmara de Beja, através da EMAS- Empresa Municipal de Água e Saneamento, vai avançar com a beneficiação do depósito de água, localizado junto à Praça da República.

A intervenção prevê a requalificação do depósito, o reforço da estabilidade e a sua valorização por forma a tornar-se visitável.

No depósito vai ser criada uma varanda que permitirá aos visitantes observarem as escavações arqueológicas anexas bem como toda a cidade.

Jorge Pulido Valente, presidente da Câmara de Beja, afirma que para além do miradouro do Castelo, Beja beneficiará de um novo miradouro panorâmico no depósito de água.

A intervenção, integrada no projecto “Museu Vivo”, está orçada em 175 mil euros. As obras deverão ficar concluídas antes do final do Verão.

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=642

Câmara de Beja disponibiliza wireless em oito locais na cidade

 

Miguel Góis, vereador da Câmara de Beja, refere que este é mais um passo na “modernização da cidade e na inovação dos serviços que a autarquia presta aos munícipes e aos visitantes”. O acesso à wireless é gratuito. Os interessados apenas têm que se registar quando acedem à rede. Neste momento, a Câmara está em “fase de teste e de afinação de alguns pormenores”, frisa o mesmo responsável. Dentro de um mês o autarca espera que esteja “tudo a funcionar”. 

Este é um serviço disponibilizado pela autarquia no âmbito do projecto de Modernização Administrativa. A iniciativa é assegurada por fundos comunitários.


In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=708

 

“A OVIBEJA não pára. Para o ano há mais.”

A OVIBEJA não pára, afirmou Manuel de Castro e Brito no momento de balanço da 30ª edição da grande feira do Sul.

“A partir de amanhã começamos a construir a próxima feira com a ideia de que este é o maior aglomerado de pessoas que o Alentejo faz acontecer, partindo da Agricultura, mas sem se esgotar nela”, disse o presidente da ACOS – Agricultores do Sul, a associação que organiza a Ovibeja há 30 anos.

As centenas de milhar de pessoas que afluíram à feira durante estes últimos cinco dias, os muitos negócios que aqui se iniciam para se desenvolverem ao longo do ano, a relação dos poderes e dos protagonistas políticos com a OVIBEJA, a ligação entre a Agricultura e os outros sectores de actividade económica, social, ecológica e cultural do Alentejo, e do país, foram os temas  destacados  neste encontro de encerramento  da  OVIBEJA com os Órgãos de Comunicação Social. 

O Gabinete de Comunicação da OVIBEJA-30 anos, aproveita esta oportunidade para agradecer a todos os profissionais e colaboradores da Comunicação Social todas as suas visitas, olhares e contributos. Sem estas participações a OVIBEJA deste ano não teria sido o sucesso de que todos nos orgulhamos.

Para o ano há mais. Até lá, “todo o Alentejo deste mundo” para os que nos ajudaram a divulgar e a engrandecer esta grande festa que, anualmente, é a OVIBEJA.

“Como será o futuro da Feira dos Santos em Alvito?”

«Com a suspensão/eliminação do feriado de 1 Novembro, como será o futuro da Feira dos Santos em Alvito?
A mudança de recinto, não acompanhada de uma estratégia que minorasse o seu desencanto, teve impacto muito negativo na Feira dos Santos, toda ela até então, mesclada de festa, tradição e rituais, humanos e mercantis.
Faltando seis meses para a realização da próxima, qual o caminho a seguir? Haverá já uma visão estratégica? Ou mesmo, um pensar? Ou...?
Um ditado popular diz, que "pelo caminho do daqui a pouco, não se chega a lado nenhum".
Este novo problema da Feira dos Santos, até pode ser um bom problema.
Mas, para que assim seja, não se pode desperdiçar tempo. "Inovar é fazer diferente, mas melhor". Que oportunidade!
A Feira dos Santos em Alvito é património imaterial que devemos saber merecer.»

Pedro Marques-Alvito a 28 de Abril de 2013 às 13:36, in:

http://alvitrando.blogs.sapo.pt/2422521.html?view=5251577#t5251577

Pág. 1/10

Comentários recentes

  • Anónimo

    Comboio parado a 10 km de Beja. Continua a saga! Q...

  • Anónimo

    Uma leitura curiosa do J.Espinho.Algo incoerente e...

  • votante

    Pois eu vou votar, mas com a convicção que o meu v...

  • Anónimo

    Que os Baixo-Alentejanos votem CONTRA o Governo do...

  • Francisco Santos

    Para além de tudo isso a Maria Alice foi uma das p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds