Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"Mas não é só isso que se espera de uma Câmara, capital de distrito…"

Aparências

No Boletim Municipal de fevereiro de 2013 o presidente da Câmara diz: “Felizmente que há obras por todo o lado!”

Digam-me se estiver errado, mas excluindo as obras da EMAS, que consiste na colocação da nova rede de abastecimento de água e posterior repavimentação das estradas e passeios, que obras existem para além das Portas de Mértola, que nunca mais chegam ao fim e da remodelação que se iniciou esta semana de ¼ da ciclovia da cidade, ficando a maioria do percurso no mesmo estado de degradação e perigo?

E anunciar a colocação de 1 m2 de calçada é obra, é! Mas não é só isso que se espera de uma Câmara, capital de distrito…

Copiado de: http://maisbeja.blogs.sapo.pt/40881.html

Idosos concentraram-se junto à Segurança Social em Beja

Cerca de 50 idosos, reformados, aposentados e pensionistas concentraram-se ontem, em plenário, junto à Segurança Social, em Beja, onde aprovaram, por unanimidade, uma moção sobre reivindicações imediatas. 

De acordo com o documento os reformados querem “aumento do valor de todas as pensões de reforma (...), restituição dos subsídios de férias e de Natal retirados (...), alteração do indexante dos apoios sociais e a revisão do regime de acesso às prestações sociais não contributivas (...)”. Os idosos exigem ainda a “garantia a todas as pessoas de um médico e um enfermeiro de família, revogação do regime de taxas moderadoras(...) e a reposição da concessão de desconto de 50% para idosos em todos os tipos de transporte colectivos”.

Da Segurança Social ninguém esteve disponível para receber esta moção.

Esta acção inseriu-se no âmbito as Semana de Luta da Inter-Reformados e conta com a participação do MURPI (Movimento Unitário de Reformados, Pensionistas e Idosos), União dos Sindicatos do Distrito de Beja e CGTP-IN.

PS quer manter Beja e aumentar o número de Câmaras no distrito de Beja

O PS quer voltar a ganhar Beja e aumentar o número de Câmaras no distrito, avançou à Voz da Planície o coordenador autárquico 2013 da Federação do Baixo Alentejo do PS, Nicolau Gonçalves.

Sobre Beja, Nicolau Gonçalves frisou que o trabalho de Jorge Pulido Valente, e do seu Executivo, está à vista e que por isso mesmo, as perspectivas são de manter a liderança na capital de distrito.

Adiantou ainda que os objectivos são manter as actuais e ganhar novas câmaras do Distrito de Beja, sem adiantar contudo, aquelas onde o PS pensa ter boas perspectivas de ganhar.

Falta identificar o candidato a Ferreira do Alentejo, porque a Concelhia ainda não se pronunciou, esclareceu também à nossa estação Nicolau Gonçalves, revelando que a aposta deverá recair na recandidatura de Aníbal Costa.

“Por Beja com todos” candidata Lopes Guerreiro à Câmara de Beja

O movimento independente e plural “Por Beja com todos” reuniu recentemente o seu Plenário de Aderentes (o mais participado de todos) e decidiu:

Confirmar a decisão (tomada no Plenário de 19 de Janeiro) de apresentar candidaturas aos órgãos autárquicos do concelho de Beja nas próximas eleições.

Reforçar a Comissão Dinamizadora com novos membros, que se disponibilizaram para o efeito, com o propósito de trabalharem activamente no processo eleitoral.

Escolher, por unanimidade e proposta de Maria Angelina Soares, José Lopes Guerreiro para encabeçar a lista de candidatos à Câmara Municipal de Beja, cuja apresentação pública terá lugar no mês de Abril, em data a indicar.

 

Algumas das funções e actividades exercidas pelo candidato:

 

José Lopes Guerreiro tem 59 anos, é natural de Selmes e reside no Penedo Gordo. É assessor da direcção da ACOS e director da EXPOBEJA (desde 2003).

Lopes Guerreiro foi militante do PCP (1975/2011), vereador e presidente da Câmara de Alvito; vereador da Câmara de Beja; presidente do Conselho de Administração da AMDB; primeiro presidente da Região de Turismo da Planície Dourada; presidente do Conselho de Administração da AMCAL. Foi também do CEBA – Conselho Económico do Baixo Alentejo; presidente da NOVALVITO. E foi ainda professor provisório do ensino preparatório, guarda-livros, organizador executivo da RuralBeja e sócio-gerente da Estud@lentejo.

 

Retirado de: http://www.porbejacomtodos.org/2013/03/por-beja-com-todos-candidata-lopes.html

Vito Carioca foi reeleito presidente do IPBeja

Vito Carioca foi reeleito nesta segunda-feira, por maioria absoluta, presidente do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja). Dos 20 elementos que constituem o Conselho Geral, que integra professores, funcionários, alunos e agentes da região, obteve 19 votos, tendo sido um, em branco.

Vito Carioca disse à Voz da Planície que esta votação significa confiança total da comunidade e que legitima as decisões a tomar em defesa da instituição, que vão exigir mais de todos, a começar pelo presidente do IPBeja.

Adiantou também algumas das medidas que pretende tomar, revelando que as mesmas passam por reajustamentos de departamentos, oferta formativa, entre outras.

Vito Carioca toma posse no dia 18 de Abril, embora esta data ainda não esteja confirmada.

Candidatura do Cante Alentejano a Património Cultural da Humanidade entregue à UNESCO

A candidatura do cante alentejano a Património Cultural Imaterial da Humanidade seguiu na passada sexta-feira em correio diplomático para a sede da UNESCO, soube o acincotons através do antropólogo Paulo Lima, que integra a Comissão Científica da Candidatura.
O silêncio que envolveu a entrega da candidatura este ano, por parte da Comissão Nacional, terá tido como objectivo evitar "mais ruído" em torno de um processo que, há um ano, desencadeou diversas opiniões contraditórias e que terminou, como já foi dito, pela não entrega da candidatura no prazo inicialmente previsto.

Museu Regional de Beja abre novo espaço de exposições temporárias

O Museu Regional de Beja tem um novo espaço de exposições temporárias, situado na Rua dos Infantes nº12, inaugurado com a abertura da exposição “Marcas do Território-Testemunhos do Património do Baixo Alentejo”.

José Carlos Oliveira, director do Museu de Beja, afirmou que este novo espaço fazia parte de um projecto muito mais alargado, ainda do anterior executivo camarário, que previa também a recuperação do Museu no âmbito do QREN e que, por várias vicissitudes, só avançou a parte do projecto relativa à aquisição do edifício e a recuperação e adaptação do mesmo a galeria de exposições.

Comentários recentes

  • Ana Matos Pires

    Regional de Saúde Mental do Alentejo? Não há.

  • Anónimo

    Planos? Há muitos!

  • Ana Matos Pires

    É pá, como é que nunca nos tinha ocorrido isso? Ob...

  • Anónimo

    Ja viram a capa do Correio do Alentejo desta seman...

  • Anónimo

    o Cocas tambem tem direito á vida.Ficam as restant...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds