Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alentejo XXI abriu “Loja Prove” no Estádio Municipal Flávio dos Santos

O projecto “Prove-Promover e Vender”, dinamizado pela Alentejo XXI - Associação de Desenvolvimento Integrado do Meio Rural, em parceria do Município de Beja, inaugurou, esta tarde, a Loja Prove situada no Estádio Municipal Flávio dos Santos, onde vão ser comercializados os cabazes de produtos agrícolas produzidos localmente.

A nova loja Prove conta, para já, com 4 produtores, associados para este efeito, que organizam cabazes diversificados de produtos agrícolas, directamente para o consumidor.

João Margalha, Coordenador Executivo da Alentejo XXI, afirma que o grande objectivo é aproximar produtores e consumidores e que o cabaz, com 9 kg de produtos frescos, custa 10 euros e é entregue semanalmente. O projecto está aberto a outros produtores e consumidores e até outros produtos que embora não sejam frescos são da região como por exemplo o mel.

CDU candidata vereador independente Álvaro Beijinha à Câmara de Santiago do Cacém

O vereador Álvaro Beijinha, independente eleito pela CDU na Câmara de Santiago do Cacém, é o candidato da coligação à presidência daquele município nas eleições autárquicas deste ano. A sua candidatura foi aprovada, “por unanimidade”, pela Comissão Concelhia de Santiago do Cacém do PCP.

O candidato, de 36 anos, advogado e vereador no executivo camarário desde 2005, foi apresentado publicamente, na quinta-feira, no auditório António Chainho, em Santiago do Cacém.

O município de Santiago do Cacém é dirigido, desde 2002, pelo comunista Vítor Proença, que está a cumprir o seu terceiro e último mandato, não se podendo recandidatar devido à lei de limitação de mandatos.

Comentários recentes

  • Anónimo

    M. Frade, não compreendeu o que petendi dizer com ...

  • Munhoz Frade

    Quis dizer “gerar” e não “gerais”. Não reparei na ...

  • Anónimo

    Seria voltar a focar as questões ligadas ao modo d...

  • Munhoz Frade

    Um pouco de polémica, meu caro ZLG:Sabemos que cau...

  • Anónimo

    É pena que o próprio DA não se tenha interessado p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds