Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Que venha alguém para governar esta terra”…

Castro e Brito teceu algumas considerações sobre a importância do poder local no desenvolvimento das regiões. Neste contexto, frisou que o mesmo “tem toda a importância”, mas que “é preciso trabalhar e não fazer politiquices” e acima de tudo deixar-se “apoiar pelas forças vivas da região”.

Referindo-se a Beja, Castro e Brito disse também que “é preciso que venha alguém governar esta terra, uma terra com história, mas que precisa que tenhamos orgulho nela”, assim como “correr com os vendilhões que aparecem de tempos, a tempos”. Prosseguiu relevando o facto de “Beja ser a capital de distrito” e de, na sua opinião, “estar tudo esquecido disso”.

Voltou a reforçar a “importância das parcerias”, identificando autarquias como as de “Serpa, Castro Verde, Ourique e Mértola” onde se “faz um bom trabalho” e referindo que “a falta de alguém capaz de congregar esforços e união em torno do desenvolvimento tem sido do maior prejuízo para a região”.

Castro e Brito terminou afirmando que tem “mágoa de pessoas, políticos dos quais esperava muito”, mas que só têm tentado “estragar o que se conseguiu construir em 30 anos” e que isso “é uma afronta” para todos.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Lagar é uma pena (o que não se fazia com 3,5 mil...

  • Anónimo

    ????????????????????

  • Anónimo

    Ninguém comenta a capa verde?

  • Anónimo

    Obrigado caro amigo. Um grande abraço. Ricardo (Se...

  • Ana Matos Pires

    Sim, vai seguir mail e o jornal fará o que entende...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds