Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Se soubermos colocar em primeiro plano interesses colectivos locais e regionais”

Acredito que podemos criar um espaço de diálogo combatendo a discussão estéril e provocatória. Acredito que conseguiremos elevar, pelo exemplo, o nível de debate político na nossa cidade e no nosso concelho. Acredito que é possível criar uma frente alargada preocupada com um futuro “mais amigo dos cidadãos”, “mais amigo do ambiente” e mais “amigo das empresas” se soubermos colocar em primeiro plano interesses colectivos locais e regionais.

Leia aqui o texto em que José Raul Janeiro explica porque subscreveu o Manifesto “POR BEJA COM TODOS”.

"Deveriam ser julgados por terem destruido o futuro e a confiança"

As ruins democracias, dão sempre tarde ou cedo lugar ás piores ditaduras. Ontem, havia uma agricultura de subsistência, hoje já nem isso mas, puro abandono das terras de que resultou num aumento brutal de desemprego, com os velhos a ficarem por aqui, e os jovens a ter que partir, porque a idade não espera por ninguém sem esperança já de conseguir um trabalho, como meio único da sua subsistência. Mas, este estado de coisas agrada a uns quantos saudosos do passado, com manifesto interesse e empenho em virar o presente para o antes do 25 de Abril de 74. Os responsáveis que nos conduziram a este estado anemico da economia, são os mesmos que agora e sempre nos tem prometido a salvação. Se acreditarmos que aqueles que nos atiraram ao fosso, nos vão retirar dele, viveremos a maior ilusão das nossas vidas. São boas as suas palavras mas, logo são desmentidas pelos seus actos. Esta "democracia" de interesses que não são os do colectivo, desenvolve-se impondo enormes sacrifícios fiscais aos cidadãos, sem que se vislumbrem no horizonte os resultados práticos que o actual governo nos tanto apregoa. Os partidos políticos do arco da governação, tem ou tiveram no seu seio a ação dos criminosos responsáveis políticos pelo nosso estado actual em termos sociais e de economia. Deveriam ser julgados judicialmente, por terem destruido o futuro e a confiança dos cidadãos deste País, porque abusaram criminosamente da confiança dos eleitores, que lhes confiaram o seu voto.

Comentário de António Martins, deixado aqui, a 17 de Novembro de 2012 às 17:10

Comentários recentes

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds