Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO TÉCNICO/CIENTÍFICO (CATC) REALIZA 2ª VISITA AO CEBAL

Zé LG Zé LG, 12.10.12

No próximo dia 15 de Outubro, o CEBAL vai receber a 2ª Visita da Comissão de Acompanhamento Técnico/Científico (CATC) que irá avaliar as atividades técnico-científicas desenvolvidas e em curso.

Esta Comissão é constituída pelos seguintes Membros: Professor João Lopes Baptista (Presidente da CATC, Professor Jubilado da Universidade de Aveiro); Professor Alexandre Quintanilha (Presidente do Conselho dos Laboratórios Associados); Professor Renato Araújo (ex-Reitor da Universidade de Aveiro); Professor Lélio Lobo (Universidade de Coimbra); Engenheiro Pedro Queiroz (Diretor Geral da Federação de Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares); Engenheiro Armando Sevinate Pinto (Assessor da Presidência da República); Professor Júlio Pedrosa (Universidade de Aveiro, ex-Reitor e ex-Ministro da Educação).

Com o objetivo de divulgar a investigação no CEBAL e a importância da visita desta Comissão, a Direção Executiva e Científica, acompanhada do Presidente da CACT, realizam uma conferência de imprensa, no IPBeja, no dia 11, pelas 12:00 Horas.

António Sebastião admite ser candidato do PSD à Câmara de Beja

Zé LG Zé LG, 12.10.12

"Tenho total disponibilidade para a discussão das várias possibilidades que se podem colocar. Tenho disponibilidade depois de sair da Câmara de Almodôvar e experiência em termos de gestão autárquica e de conhecimento da região. Neste quadro, qualquer situação seria por mim equacionada, analisada e, depois, decidida", afirmou António Sebastião, o actual presidente da Câmara de Almodôvar, em entrevista ao Correio Alentejo.

E quem é que paga pelos erros de cálculo deles?

Zé LG Zé LG, 12.10.12

Ao fim de mais de dois anos de austeridade na Europa, com várias previsões de crescimento revistas em baixa, o Fundo Monetário Internacional (FMI) apresentou mais um mea culpa, algo que já se começa a tornar hábito na instituição.
Numa caixa intitulada "Estaremos a subestimar os multiplicadores orçamentais de curto prazo?", os responsáveis do Fundo tentam perceber porque é que as suas previsões (e também as de outras instituições) para a evolução das economias têm vindo a falhar durante esta crise.
E a conclusão a que chegam é impressionante. Enquanto que nos modelos de projecção usados, se estimava que, por cada euro de cortes de despesa pública ou de agravamento de impostos se perdia 0,5 euros no PIB, a realidade mostrava que esse impacto (os chamados multiplicadores) é muito maior. Afinal, desde que começou a Grande Recessão, em 2008, o que os dados económicos mostram é que por cada euro de austeridade, o PIB está a perder um valor que se situa no intervalo entre 0,9 e 1,7 euros.

Veja aqui toda a notícia.

 

Esta notícia daria vontade de rir – pela “incompetência” técnica reconhecida pelo FMI -, se as consequências não fossem dramáticas para as principais vítimas (desempregados, pequenos empresários, reformados, …) das políticas seguidas e para os povos e países que lhes caíram nas mãos.