Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

É-se preso por ter cão e por não ter

Muitos comentários que aparecem nos blogues em geral e neste em particular confirmam este aforismo popular. Basta ler os comentários a certos alvitres para confirmar isto mesmo. Uns criticam por umas razões e outros pelas suas contrárias.

Talvez o aforismo possa ter outra leitura: É-se independente (ou livre) quando nos criticam em sentidos contrários…

“SABER + PARA AGIR MELHOR” - IGUALDADE DE OPORTUNIDADES NO ENVELHECIMENTO em debate em Alvito

Viver mais tempo implica envelhecer. Maior longevidade não é um fatalismo ou uma ameaça. É uma vitória da humanidade e uma oportunidade de potenciar o património imaterial que significa o contributo das pessoas mais velhas.

Neste contexto a Câmara Municipal de Alvito promove o seminário IGUALDADE DE OPORTUNIDADES NO ENVELHECIMENTO -  SABER + PARA AGIR MELHOR, no dia 31 de Outubro, no Centro Cultural de Alvito.

Pretende-se, para além da abordagem ao envelhecimento ativo,  reforçar as competências técnicas dos que operam nas áreas sociais, conciliando a vida profissional com a vida privada, saúde e direitos, poder e tomada de decisão, pobreza e exclusão.

programa

João Rocha despede-se a apresentação do livro "Serpa Cidade da Música"

A Casa do Cante recebeu ontem a apresentação do livro "Serpa Cidade da Música", que terá marcado o último acto público de João Rocha enquanto presidente da Câmara Municipal de Serpa.

O livro retrata o trabalho realizado na área da cultura. Nos últimos trinta anos, o concelho de Serpa tem-se reinventado através da Música, mas para João Rocha o mais importante do livro é que este aponta caminhos para o futuro.

No final da sessão, Carlos Medeiro, responsável pela candidatura de Serpa – Cidade Criativa e do Cante Alentejano a Património Imaterial da Humanidade, deixou o testemunho de muitos anos de trabalho com João Rocha, considerando-o com um “certo mau feitio” mas acima de tudo “capaz de fazer coisas”, dizendo mesmo que este, “foi o melhor presidente de câmara que conheceu” e que deixa um legado que, “tornou Serpa na terra mais vibrante do Alentejo”.

CIMBAL/NERBE/Turismo do Alentejo voltaram de mãos vazias da reunião com o presidente das EP

A CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, a ERT Entidade Regional de Turismo do Alentejo e o NERBE/AEBAL – Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral, enquanto representantes do grupo de vinte e duas entidades da região tiveram uma reunião com o presidente das Estradas de Portugal, que confirmou as posições já anteriormente divulgadas, pelo que aquelas entidades marcaram para o dia 19, às 11.00 horas, uma reunião com as demais entidades que representam neste processo.

Beja quer ser cidade “inteligente”

No âmbito do projecto Startnet Alentejo - rede colaborativa do Alentejo, a equipa de consultores da CISCO Portugal visitou o município de Beja, um dos parceiros, tendo realizado várias reuniões de trabalho com o executivo e serviços, com o objectivo de promover a apresentação do projecto e abordar a aplicação de tecnologias de informação na sustentabilidade e desenvolvimento.
O Startnet Alentejo é promovido pela ADRAL e pela Cisco Portugal e envolve os municípios de Beja, Évora e Portalegre.
Este investimento vai tornar as cidades «inteligentes» na gestão, tratamento e divulgação de informação, diz Jorge Pulido Valente, o presidente da Câmara de Beja, que acrescenta que o projecto permite, por exemplo, gerir os transportes à distância, bem como os semáforos e os edifícios.

Sofia Fontelonga lança “Tempestade Misteriosa” na Biblioteca de Alvito

“Um futuro imaginário. Um novo planeta.
Um passado misterioso de tecnologias desconhecidas que um professor dedicou a vida a tentar desvendar e uma filha temerária que se viu embrenhada na teia das suas descobertas.
Guerra. Ambição. Poder.
Três governantes, um vencedor.
Conseguirá alguém fazer a diferença?”






Dia 2 de novembro – 18h00

Biblioteca Municipal de Alvito

Pág. 1/11

Comentários recentes

  • Anónimo

    1-Não mais há propriedade individual, a terra não ...

  • Anónimo

    Gosto.Categoria de mensagem. Teria a mesma mensag...

  • Anónimo

    Que outros agentes desportivos ... e já agora polí...

  • Munhoz Frade

    Exemplar.

  • Anónimo

    O problema, é que por mais considerações ideológic...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds