Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Miguel Bento conquista primeiro “Prémio Cooperação e Solidariedade – António Sérgio” com “Vida e Morte Numa Mina do Alentejo”

Miguel Bento, Assistente Social e Professor do Instituto Politécnico de Beja, foi o vencedor do Prémio Cooperação e Solidariedade – António Sérgio é uma iniciativa da Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES), pela investigação científica desenvolvida intitulada – Vida e Morte Numa Mina do Alentejo – Pobreza Mutualismo e Provisão Social: o caso de S. Domingos (Mértola) na primeira metade do séc. XX.

O Prémio, nesta que é a sua primeira edição, é entregue hoje, a Miguel Bento, em Lisboa, na Gulbenkian. Miguel Bento disse que lhe agrada o facto de ter sido escolhido um professor do Instituto Politécnico de Beja e porque “isto significa que nas instituições de ensino superior do interior do País há projectos interessantes e faz-se investigação de qualidade”.

Crise nos órgãos de comunicação social de Beja

O semanário bejense "Correio Alentejo", dirigido pelo jornalista António José de Brito, anunciou hoje que vai começar a  sair apenas uma única vez por mês, devido à crise económica que atravessa o país e o distrito. (Ler mais).
É mais uma voz que se vai perdendo e que enfraquece, ainda mais, a voz do Alentejo, sobretudo a do Baixo-Alentejo.

Esperemos que, no panorama da comunicação social regional, o "Diário do Alentejo" permaneça como até aqui, apesar de haver informações de que a situação do semanário editado pela Associação de Municípios do Distrito de Beja poderá não estar também muito "segura".

(ACTUALIZAÇÃO: segundo fui informado todas as colaborações existentes neste momento no DA (jornalistas, cartunistas, etc.) vão ser suspensas a partir do dia 1 de Outubro, havendo o projecto de transformar o jornal numa espécie de boletim intermunicipal. Pior projecto seria difícil de encontrar. E que dizem a isto as Câmaras que, há dois anos, estiveram envolvidas no encontrar de uma solução jornalística para o projecto?).

Publicada por Carlos Júlio, às 12:34, aqui.

 

Se a estes casos acrescentarmos as dificuldades com que se debatem a revista Mais Alentejo e as rádios locais, designadamente a Voz da Planície, o futuro, também nesta área, não é nada animador para Beja. E, como sabemos, a comunicação social é hoje tão, ou mais, importante do que outras vias de comunicação, que, como também sabemos, estão em mau estado.

Comentários recentes

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds