Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Nós descendemos dos que ficaram cá ...”

Um jovem diplomata português, em diálogo com um colega mais velho:

– Francamente, senhor embaixador, devo confessar que não percebo o que correu mal na nossa História.
Como é possível que nós, um povo que descende das gerações de portugueses, que "deram novos mundos ao mundo", que criaram o Brasil, que viajaram pela África e pela Índia, que foram até ao Japão e a lugares ainda mais remotos, que deixaram uma língua e traços de cultura que até hoje sobrevivem e são lembrados com admiração, como é possível que hoje sejamos dos mais pobres e atrasados da Europa Ocidental?

O embaixador sorriu:
– Mas, meu caro, você está muitíssimo enganado. Nós não descendemos dessa gente aventureira, que teve a audácia e a coragem de partir pelo mundo, nas caravelas, que fez uma obra notável, de rasgo e ambição.

– Não descendemos? - reagiu, perplexo, o jovem diplomata – Então de quem descendemos nós?

– Nós descendemos dos que ficaram cá ...

Recebido por e-mail.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds