Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Executivo da Câmara de Beja aprovou aumentos da água. CDU votou contra.

Os vereadores da CDU na autarquia bejense afirmam, em nota de imprensa, que “a maioria PS na Câmara de Beja apresentou e aprovou na reunião de Câmara realizada a 18 de Julho, na Freguesia de Quintos, uma proposta de alteração da tarifa de resíduos sólidos urbanos (RSU) que se traduz num brutal aumento para a generalidade das famílias e para as empresas e instituições”.

Jorge Pulido Valente, presidente da Câmara de Beja, afirma que a autarquia assume 30% dos custos do serviço e que a Lei obriga as tarifas a aproximarem-se aos custos do serviço, realçando que não foram aumentados os valores do primeiro escalão que abrange os munícipes mais carenciados. As famílias com menores recursos poderão, pela via dos apoios sociais, beneficiar de valores mais baixos.

“Casa do Cante” inaugurada em Serpa

A Casa do Cante, localizada na Rua dos Cavalos, em pleno Centro Histórico da cidade de Serpa, depois das obras de requalificação, vai ser inaugurada amanhã, às 18h30.

Resultado da vontade do município de Serpa de contribuir para a dignificação desta expressão musical, bem como de dotar o Alentejo com equipamentos que contribuam para tornar esta região uma referência internacional nas indústrias culturais, em particular aquelas que se encontram associadas à música, a partir deste polo cultural vão ser desenvolvidas ações nos campos da pesquisa histórica, antropológica e musical, para além de exposições temporárias e atividades de animação e formação para públicos distintos.

“O PCP mantém-se e vai crescendo” ?

Infelizmente quando não se tem nada de bom na nossa casa, falamos na casa dos outros para que esqueçam a nossa.
Muitos mudaram, para quê não se sabe... mudaram, e desapareceram... pois deixaram de ver o partido como meio para atingir uma determinada sociedade, e passaram a ver o partido como objectivo final.
Muitos quiseram os tais ventos de mudança, para onde nem eles sabiam... mas queriam mudar; Foi na França, foi em Itália,... e agora, agora desapareceram.
Pois os trabalhadores deixaram de os ver como diferentes de todos os outros, para passarem a ser mais um, mais um em que os trabalhadores não se revêm.
Ilusão por ilusão, mais vale manter a ilusão numa ilusão iguais a tantas outras ilusões.
O PCP mantém-se e vai crescendo; Vai crescendo na juventude que sabe o que quer e para onde quer ir. Uma juventude revolucionaria 365 dias por ano, e não somente de 15 em 15 dias.
O PCP é marxista-leninista, e quer-se marxista-leninista... pois as cabeças de cartaz, que todos os dias olhando-se ao espelho repetem sistematicamente "eu sou muito bom...", podem-se e devem-se manter longe do PCP... só precisamos daqueles que diariamente olham para o lado e se preocupam com este colectivo.

Comentário de LR, deixado aqui, a 19 de Julho de 2012 às 16:39

Comentários recentes

  • Anónimo

    Palavras para quê? É o PS no seu melhor nas instit...

  • Anónimo

    Factos são factos. Palavras para quê??!

  • Anónimo

    "os filhos da casa" vão resolver o assunto!...o qu...

  • Anónimo

    Deixo aqui um post que retirei do Facebook, de um ...

  • Anónimo

    Não concordo. Como bem diz, dada a manifesta incap...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds