Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Dez anos depois

Dez anos depois do último processo de expulsões do PCP, o ex-dirigente histórico Carlos Brito afirma que o movimento dos renovadores “tinha razão” ao pedir mudanças ideológicas e políticas, perante o que considera ser a presente “estagnação do partido”.

“Passaram dez anos e a estagnação continua e até se agrava. O PCP na sua tradicional coligação eleitoral CDU nunca mais foi capaz de ultrapassar a fasquia dos oito por cento nas eleições legislativas. Quer fossem antecipadas ou não e estivesse o PS ou a direita no poder”.

“Não tenho por adquirido como alguns dizem, que dali (PCP) já não há nada a esperar, que aquilo há de ficar assim até à consumação dos séculos…Não, não tenho essa opinião. São pessoas que lá estão, são militantes que vivem os problemas do nosso povo e que estão a refletir sobre o que se passa e eu espero que haja capacidade de renovação e de inovação. Não espero que seja uma questão arrumada”.

 

O ex-militante comunista Carlos Luís Figueira, expulso há dez anos, recorda hoje com “bastante mágoa” todo o processo, valorizando a "liberdade necessária para ter opinião" e disse ver o PCP como “um partido de protesto”.

“O corte com as relações pessoais, com a vida que se teve, é um processo duro. Não é fácil aos 50 anos recompor a vida, recomeçar. Mas tive a sorte de me reconhecerem algum mérito, por parte de quem me procurou para trabalhar e provar que, para além de ter sido funcionário e dirigente de um partido político também sabia fazer outras coisas na vida”.

Dez anos passados, é possível provar que os propósitos dos renovadores comunistas nunca passaram pela “social-democracia”.

Disse, ainda, admitir "com dificuldade que o PCP mude” devido à “estrutura que tem e com o estilo de organização que continua a ter. (...) Pode-se continuar a ter uma opinião diferente no interior do PCP mas isso não serve para nada. A direção não sustenta qualquer opinião divergente”.

FMM Sines recebe 36 concertos em julho

O FMM Sines – Festival Músicas do Mundo, o maior evento de “world music” e outras músicas realizado em Portugal, regressa a Sines entre 19 e 28 de julho. O alinhamento de concertos é um dos mais fortes da história do evento, juntando consagrados como Hugh Masekela, Mari Boine, Béla Fleck, Oumou Sangaré, Tony Allen e Marc Ribot, a novas estrelas como Fatoumata Diawara e Bombino.

Num festival que se assume desde a sua primeira edição, em 1999, como um serviço público cultural, a programação mantém como princípio orientador proporcionar aos espetadores portugueses e estrangeiros que o visitam uma imagem a cores do mundo musical, em que não há géneros nem geografias dominadores e em que os diálogos entre culturas são, cada vez mais, a forma de expressão que melhor define a contemporaneidade.

Governo confirma chumbo ambiental a projeto de refinaria de Balboa (Badajoz)

O Ministério da Agricultura, Alimentação e Ambiente (MAGRAMA) espanhol confirmou hoje o chumbo ambiental à proposta de construção da refinaria Balboa, em Badajoz, porque: "Considera que é ambientalmente inviável devido aos potenciais impactos derivados da sua localização e sobre a zona marítima do Parque de Doñana, o mais emblemático da rede espanhola". O projeto já tinha sido contestado por Portugal e por várias organizações ambientais.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tens toda a razão. Já cá faltava a patetice da com...

  • Anónimo

    Vote no PAN.

  • Anónimo

    Já cá faltava a patetice da habitual comparação co...

  • Anónimo

    alguém pode dizer onde é este lugar?

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds