Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

É esta a televisão que temos...

Este serão, ao passar pelos vários programas das televisões por cabo, contabilizei o seguinte: Em sete programas (cinco de entrevistas e dois de painel), dos 11 participantes oito são altos quadros do PSD (6) e do CDS (2). A saber: Bagão Félix, Morais Sarmento, Marques Mendes, Paulo Rangel, Vítor Bento, Eduardo Catroga, Pacheco Pereira e Lobo Xavier. Os restantes são António Costa, Joana Amaral Dias e Manuela (?) Azevedo.

Pode-se dizer que se tratou de uma coincidência, que não é sempre assim. Não será sempre assim, mas acontece muitas vezes. Qual é o partido que tem quatro ex-líderes como comentadores (dois a sós e outros dois em parceria com outros)? 

Este quadro representa a realidade política portuguesa?! A Entidade Reguladora da Comunicação Social não se devia pronunciar sobre esta situação? Porque não o faz? Basta ver a a sua composição e logo se compreende... Porque se acomodam os partidos da oposição a esta realidade? Porque têm medo de perder as migalhas que lhes vão distribuindo... E de quem jurou respeitar e fazer cumprir a Constituição nem vale a pena falar, tal têm sido as inúmeras evidentes demostrações de como entende tal juramento...

“Os dias das autárquicas em Beja prometem fazer correr muita tinta”

… parece não estar esgotada a possibilidade de aparecer uma candidatura independente, fora da esfera partidária e liderada por um nome forte, capaz de captar apoios muito diversos… especialmente na esquerda!
Como se vê, os dias das autárquicas em Beja prometem fazer correr muita tinta. Para já, a corrida faz-se nos bastidores, numa apertada contagem de "espingardas" e possibilidades. Esperemos francamente que, acima dessa estratégia, sobressaia o que verdadeiramente interessa à cidade e não a mera conveniência pessoal e partidária.

Manififestação esta tarde do protesto, da indignação, da exigência dos Professores

A FENPROF convoca manifestação de protesto e exigência para 12 de Julho. Uma jornada de luta que juntará professores e médicos em defesa da Escola Pública e do serviço Nacional de Saúde

“Queremos e vamos dar mais força à luta e, por isso, convocamos os professores para uma manifestação de protesto e exigência, a realizar em 12 de Julho, em Lisboa, com concentração no Rossio. Juntaremos, nesse dia, a luta dos professores à dos médicos e, juntos, defenderemos dois pilares fundamentais da nossa Democracia e Estado Social: a Escola Pública e o Serviço Nacional de Saúde”. Esta a mensagem fundamental da intervenção de Mário Nogueira, na iniciativa promovida pela FENPROF dia 21, no alto do Parque Eduardo VII, junto à bandeira nacional.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds