Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"Câmara Municipal de Beja no bom caminho para reequilibrar as suas contas"

Os esforços envidados para reequilibrar as contas da Câmara Municipal de Beja nos últimos dois anos, começam agora a surtir os primeiros resultados positivos, atingido financeiramente os pressupostos impostos pela Lei n.º 8 (Assunção de Compromissos), no passado dia 30 de Junho, assumindo-se como uma fase intermédia de avaliação dos objetivos traçados pela autarquia.

No primeiro semestre de 2012, a autarquia diminuiu a sua dívida, no valor de 1 milhão e 300 euros aos seus fornecedores, atingindo de forma impar, os seguintes objetivos:

1º Objetivo  - Redução do mínimo de 5% de pagamentos em atraso com mais de 90 dias.

2º Objetivo - Redução de faturas em dívida referentes ao mês anterior

3º Objetivo  - Compromissos inferiores ao limite dos fundos disponíveis.

Desta forma, o Município de Beja pode congratular-se por conseguir atingir e cumprir objetivos que se assumem como fundamentais para equilibrar a sua estrutura financeira e encarar o futuro com confiança e optimismo.

Informação recebida do Gabinete de Comunicação Integrada da Câmara Municipal de Beja.

“Acabar com o regime”?

Na imagem (Fotografia © João Girão/Global Imagens), o momento em que Cavaco Silva jura proteger e fazer cumprir a Constituição Portuguesa.
Só num país que não respeita a Lei Fundamental é que nada acontece perante a aprovação e promulgação de legislação inconstitucional. Pior: declarada a inconstitucionalidade, a mesma é para se manter.
Está na hora de mudar de regime e mandar pela janela abaixo todos aqueles que persistem em fazer de Portugal a sua coutada privada.

Post de João Espinho, publicado no seu  Praça da República.

Mário Simões pretende “influenciar politicamente e eleitoralmente o Sul do Alentejo"

Mário Simões foi reeleito presidente da distrital de Beja do PSD, com os vice-presidentes: João Pedro Caeiro e Humberto Martins, sob o lema "Transparência, Dedicação e Resultados".

João Paulo Ramôa preside a mesa da Assembleia Distrital, com o vice-presidente António Sebastião. A presidir o Conselho de Jurisdição ficou José Gaspar e como director do Gabinete de Estudos/Grupos Temáticos João Roberto. O Conselho Estratégico é liderado por Carlos Valente, o de Opinião por Luís Peres de Sousa e a Comissão de Auditoria Financeira por Fernando Palma.

“Castro Investe” para “diversificar a base económica local”

A Câmara Municipal de Castro Verde vai celebrar com a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Aljustrel e Almodôvar um protocolo no âmbito do Programa de Apoio ao Investimento Empresarial “Castro Investe”. O protocolo tem como finalidade, segundo a autarquia, “estimular e orientar investimentos a realizar por micro, pequenas e médias empresas no concelho de Castro Verde, para a melhoria dos produtos e/ou serviços prestados, para a modernização de empresas, ou para as modificações decorrentes de imposições legais e regulamentares”.

Francisco Duarte, presidente da Câmara de Castro Verde, espera que, apesar da crise, estes incentivos permitam “diversificar a base económica local”.

Rede tecnológica reformulada devido ao corte de fundos do InAlentejo

A rede regional de transferência de tecnologia, que inclui o Parque de Ciência e Tecnologia em Évora, foi reformulada.

Em causa está a redução, para cerca de metade, dos 30 milhões de euros de fundos comunitários do InAlentejo.

O Sistema Regional de Transferência de Tecnologia, que envolve 21 parceiros, pretendia investir no Alentejo e Lezíria do Tejo quase 42 milhões de euros, dos quais cerca de 30 milhões eram de fundos comunitários do Programa Operacional InAlentejo.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tristeza de comentário!

  • Anónimo

    Vamos lá ver como é que os nossos políticos e afin...

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds