Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Cuidem-se!

O meu computador fo atacado por um vírus. Quando estava a navegar na Internet, a imagem do monitor foi substituída por um aviso da Polícia de Segurança Pública Portuguesa dizendo que tinha violado o Código Criminal, por uma ou várias razões, pelo que ficava sujeito a ser condenado a diversas penas de prisão e pecuniárias se não pagasse € 100,00 no prazo de 72 horas e não corrigisse as infracções em prazo igual.

Contactada uma casa da especialidade, fui esclarecido que se tratava de um vírus que estava a aparecer há cerca de dois meses. E lá foi "limpo" o computador e instalado mais um anti-vírus. E paguei menos do que aquela multa...

Jornalista alentejano premiado com Gazeta de Mérito

O júri dos Prémios Gazeta atribuiu o Gazeta de Mérito a Fialho de Oliveira (Santiago do Escoural, 1933), um dos mais antigos jornalistas nacionais, carteira profissional nº 31, com uma longa carreira na Imprensa – Diário da Manhã, Diário Ilustrado, Diário de Notícias, Capital, A Tarde e revista Mais –  e na TV (RTP). Respeitado na classe pelo seu carácter solidário, de invulgar dedicação às grandes causas dos jornalistas, Fialho de Oliveira teve uma papel destacado na organização do I Congresso dos Jornalistas Portugueses como membro do Secretariado Executivo; foi fundador e presidente (1986/88) do Clube de Jornalistas e presidiu, durante vários mandatos, nos anos 90 e na actual década, à Direcção e Assembleia Geral da Casa de Imprensa.

Confronto ao rubro entre a CDU e Pulido Valente (PS) na Câmara de Beja

Os vereadores da CDU pediram a Pulido Valente que explicasse “porque mandou os serviços camarários pagarem uma multa por ter faltado, sem justificação, a uma audiência no Tribunal de Beja”. O presidente da Câmara respondeu que agiu “de acordo com orientações do Gabinete Jurídico”, admitindo “repor a situação, se esse for o entendimento da tutela”. Para os vereadores da CDU, Pulido Valente “está a utilizar indevidamente dinheiro do Município” e afirmam que “se esta situação não tivesse vindo a público passaria desapercebida”. O presidente da autarquia bejense diz estar “à vontade nesta matéria”, até porque "a convocatória" que recebeu "para ir a Tribunal estava relacionada com um assunto da Câmara e não pessoal" e fala de “chicana política” da oposição.

 

Se é certo que esta questão pode contribuir para mostrar como Pulido Valente encara o exercício das suas funções de presidente da Câmara, talvez não seja menos certo que ela não seria colocada da forma como está a ser se Pulido Valente não tivesse iniciado o seu mandato com as declarações de “princípios” e de “guerra” à CDU.

Será que esta “guerra”, que ambas as partes não perdem oportunidade de alimentar, serve o Concelho e o Município de Beja e até os próprios contentores?

BE insiste na realização de referendo local sobre a extinção de freguesias

O Bloco de Esquerda apresentou ontem as diversas iniciativas que tem vindo a desenvolver e a propor em defesa das freguesias, nomeadamente o referendo local, “a única oposição capaz de fazer frente à imposição do facto consumado” e é “a expressão directa da vontade popular”.
O BE refere que pretende com esta iniciativa “dar força e legitimidade à pronúncia das Assembleias Municipais e de freguesia”.
José Pedro Oliveira, deputado municipal do Bloco de Esquerda em Beja, considera que a “a tomar alguma posição tem que ser agora, uma vez que a partir de Outubro já será tarde de mais”, porque nessa altura “já estaremos perante posições definitivas”.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Palavras para quê? É o PS no seu melhor nas instit...

  • Anónimo

    Factos são factos. Palavras para quê??!

  • Anónimo

    "os filhos da casa" vão resolver o assunto!...o qu...

  • Anónimo

    Deixo aqui um post que retirei do Facebook, de um ...

  • Anónimo

    Não concordo. Como bem diz, dada a manifesta incap...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds