Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Nova Antologia de Poetas Alentejanos” apresentada hoje em Beja

O livro “Nova Antologia de Poetas Alentejanos”, de Ana pereira e Eduardo Raposo, é apresentado hoje, às 19.00 horas, no auditório da Biblioteca Municipal de Beja. Nesta sessão participa o grupo de música popular “Os Alentejanos”.

Às 22.00 horas será a vez do espaço da cidade “Os Infantes” receber também a apresentação desta obra. Nesta iniciativa participam José Orta para fazer a apresentação do livro, Eduardo Raposo, enquanto organizador e coordenador da obra, Manuel Casa Branca, o pintor e autor das imagens da capa, contracapa e grande parte das ilustrações, e Jorge Benvinda que vai fazer um apontamento musical.

Governo empata extinção da EDAB

A Assembleia-Geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) voltou a reunir ontem. No passado dia 22 de Maio o accionista maioritário da EDAB, o Estado Português, propôs a suspensão dos trabalhos. Ontem, depois de retomada, a Assembleia foi novamente suspensa por proposta do Estado, quando se discutia o processo de extinção da EDAB, alegando que não recebeu atempadamente o orçamento de extinção da empresa.

Jorge Pulido Valente, presidente da Assembleia-Geral da EDAB, mostra-se indignado e afirma que na situação económica em que o país se encontra é “escandaloso” não acabar com a EDAB.

Beja Capital Agrícola

Por mais que ignorem ou rejeitem a realidade, se Beja é capital de alguma coisa é da agricultura. Basta circular nas estradas para se perceber isso, não só por aquilo que se vê nos campos mas também pela circulação de tractores e outras máquinas agrícolas.

A inexistência de faixas para lentos ou de simples bermas que permitam o seu desvio das faixas de rodagem principais criam algumas dificuldades de circulação a outros veículos.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se são carneirinhos ou não como V.a Ex.a defende, ...

  • Anónimo

    Ele não vai , LEVAM-NO !!!.

  • Anónimo

    Lá estás tu a pôr defeitos ao homem.Não o deixam e...

  • Anónimo

    Falar do que não se conhece é espalhar a própria i...

  • Anónimo

    Com tanta agro-industria de capital exclusivamente...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds