Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Reavaliação da sub-concessão das obras na A26/IP8 pode implicar medidas radicais

António Ramalho, o novo presidente da Estradas de Portugal (EP) avançou, a uma delegação composta pelo presidente da CM de Santiago do Cacém, Vítor Proença e pelos presidentes das juntas de freguesia de Santo André, São Francisco e Santa Cruz, que está em curso "uma reavaliação da sub-concessão das obras na A26/IP8 que pode implicar medidas radicais, não identificadas em todo o trajeto Sines-Santiago do Cacém- Beja e no troço Santo André-Sines, alegando "dificuldades e encargos financeiros incomportáveis nesta parceria público-privada que obrigam a uma reformulação de toda a obra da A26".
Perante o anúncio do responsável, a delegação de autarcas disse ser inaceitável sobrecarregar as populações com impostos, tarifas ou portagens.

Construção do novo Hospital de Évora não é prioridade para este governo

O ministro da Saúde, Paulo Macedo, adiantou que o Governo ainda está a avaliar o projeto, afirmando: “Não temos como uma das prioridades construir novos hospitais. Temos de apostar mais nas unidades de proximidade, do que estarmos a fazer novos e grandes projetos, que, depois, temos sempre muitas dificuldades para os sustentar”.

DA faz psicanálise para tratar distúrbio de personalidade: chama-se “Diário” mas na prática é semanário

Uma investigação Não confirmo, nem desminto descobriu que o DA está a ser acompanhado por um psicólogo do Clube de Jornalistas e que o ficheiro clínico revela que o jornal demonstra distúrbios de dupla personalidade por ter “Diário” no nome mas na prática ser semanário. Foi um emotivo Diário do Alentejo que nos confirmou esta história: “Só quem anda há muitos anos nas rotativas e empilhado nas melhores papelarias é que percebe o meu sofrimento. É muito difícil viver nesta duplicidade! Não é como a revista Sábado que se chama assim, mas sai à quinta – é muito pior! Sabe o que é ser gozado pelo DN e pelo Sol? Bocas do jornal i ainda aturo, eles vendem menos do que eu… Só quero respeito, e não acabar como “A Capital” ou o “Independente”…”

 

Texto publicado na página Não confirmo, nem desminto do Diário do Alentejo

Também disponível no Facebook

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bem, quer reparou como vinham vestidos e calçados ...

  • Anónimo

    Os alentejanos são RACISTAS nas atitudes por muito...

  • Anónimo

    Disparates de quem não entende nadinha da matéria!...

  • Vitor Paixão

    "Para Telma Guerreiro “é importante que a tutela t...

  • Anónimo

    Palavras para quê? É o PS no seu melhor nas instit...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds