Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Câmara de Beja paga apoios de 2011, mas não tem data para definir os de 2012...

Zé LG Zé LG, 28.05.12

"A notícia de que a autarquia bejense não iria atribuir em 2012, subsídios a colectividades e clubes, por estar limitada pela Lei dos Compromissos Financeiros foi dada em reunião de Câmara, na freguesia de Santa Vitória", assegura a presidente da Junta. Os vereadores da CDU, na Câmara de Beja, consideram "inaceitável esta posição, escudada na Lei dos Compromissos Financeiros" e exigem que "o Executivo municipal recue nesta matéria". Por sua vez, a Câmara de Beja assegura que vai "saldar dívidas às associações desportivas e culturais de 2011" e que não tem data prevista para a definição dos apoios deste ano, “por estar condicionada pela Lei dos Compromissos Financeiros”.


Leia toda a notícia em:  http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?q=C/NEWSSHOW/49197

Porquê agora?

Zé LG Zé LG, 28.05.12

Vítor Gaspar e Miguel Relvas vão assinar esta tarde um acordo com a Associação Nacional de Municípios que envolve um financiamento superior a mil milhões de euros.

Trata-se de um acordo de financiamento que resolve o aperto financeiro de curto prazo dos municípios, mas em troca estes têm de assinar um compromisso de reestruturação financeira global.

A SIC apurou que o empréstimo a efectuar pelo Estado terá como garantia as receitas do IMI e as próprias transferências futuras.

Este acordo permitirá aos municípios cumprir a lei dos compromissos. Na prática, significa pôr o contador a zeros em relação às dívidas de curto prazo.

 

Esta notícia levanta algumas questões: Porque é assinado este acodo AGORA? Porque é que o ministro das Finanças abre mão deste dinheiro, assim de repente? Terá alguma coisa a ver com os casos de Miguel Relvas? E os autarcas vão aceitar a lei dos compromissos como moeda de troca? A Direcção da ANMP terá o apoio generalizado dos municípios ou está a fazer um frete ao governo?

Vamos ver se estas e outras dúvidas vão ficar esclarecidas...

Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito vai dipor de uma nova linha de engarrafamento

Zé LG Zé LG, 28.05.12

A Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito deu início às obras de construção de um novo edifício de engarrafamento e armazenagem. O investimento, apoiado pelo PRODER, ronda 1,5 milhões de euros. As obras deverão ficar concluídas no final deste ano. No quadro deste investimento, a Adega vai adquirir uma nova linha de engarrafamento.