Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Seminário Ibérico em Beja sobre "Lutar contra a pobreza em tempo de crise: os desafios que o interior enfrenta"

Sob proposta de diversas instituições do Distrito, que no âmbito das atividades da EAPN Portugal colaboram com o Núcleo de Beja, vai realizar-se um Seminário Ibérico dedicado ao tema “Lutar contra a pobreza em tempo de crise: as respostas que o interior enfrenta”, 26 de Abril de 2012, Teatro Municipal Pax Júlia em Beja.

Veja mais informação em: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?q=C/NEWSSHOW/48705.

Fundador do BE Miguel Portas morreu hoje ao fim da tarde

O eurodeputado e fundador do BE, Miguel Portas, faleceu hoje por volta das 18:00 no Hospital ZNA Middelheim, em Antuérpia, vítima de doença prolongada.

Em 1994 criou a Política XXI, que agrupava membros da Plataforma de Esquerda, do MDP e independentes das manifestações contra às propinas no ensino superior. A Política XXI foi uma das formações, juntamente com PSR, UDP e independentes, que deu origem ao Bloco de Esquerda (BE), em 1999.

Ler também em:

http://expresso.sapo.pt/morreu-miguel-portas-em-atualizacao=f721344#ixzz1sytG0neu

 

E quem não tenha dinheiro para comprar uma nova televisão?

A partir do próximo dia 26 de Abril quem não possuir serviços de televisão por subscrição, e se receber o sinal através de uma antena convencional, terá obrigatoriamente que mudar para a TDT – Televisão Digital Terrestre ou então deixará de ver televisão.

Quem ainda não tem equipamento, terá de adquirir o seu descodificador com a norma Mpeg 4 H.264 ou uma TV compatível com a TDT portuguesa e se necessário instalar uma nova antena para poder continuar a visualizar os quatro canais nacionais de sinal aberto.

 

É retirado um serviço a quem não tem dinheiro para comprar uma nova televisão ou o adaptador e a antena e o governo dá cobertura a isto e as oposições acomodam-se como se não se tratasse que aumentar as desigualdades entre quem tem e quem não tem dinheiro.

O mínimo que seria de exigir é que fosse entregue uma nova televisão ou o equipamento necessário a quem não tem possibilidades de os comprar. Mas isso seria esperar de mais de um governo e de um país que ignora a pobreza que atinge cada vez mais portugueses.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Gosto.Categoria de mensagem. Teria a mesma mensag...

  • Anónimo

    Que outros agentes desportivos ... e já agora polí...

  • Munhoz Frade

    Exemplar.

  • Anónimo

    O problema, é que por mais considerações ideológic...

  • Anónimo

    “DesilusãoTenho estado, como é meu hábito, atento ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds