Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Diário do Sul comemora 43º Aniversário com debate sobre "Évora e a sua centralidade no plano Europeu"

Zé LG, 24.02.12

14h30 Sessão de Abertura: Manuel Madeira Piçarra – Director do Diário do Sul; Carlos Nuno Oliveira – secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação; Francisco Mendes Palma — BES

15h00 — Centralidade e oportunidades competitivas do Distrito: Ceia da Silva — Presidente da Turismo Alentejo, ERT; Fernanda Ramos — Fundação Alentejo; Vitor Dordio - DynMed-Alentejo; Rui Horta — Artes e Espectáculos. Moderador: Roberto Dores

17h00 — Competitividade e empreendedorismo, com os deputados Carlos Zorrinho (PS), João Oliveira (PCP) e Pedro Lince (PSD), Armindo Monteiro — presidente da Anetie, São Miguel Oliveira — EDP - InovCity. Moderadora: Maria Antónia Zacarias

18h30 — Encerramento: Barreiras Duarte — secretário de Estado Adjunto do Ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares

Ministra da Agricultura “dá à luz” na Serra de Serpa

Zé LG, 24.02.12

A EDP inaugura esta tarde

a 1ª fase da Electrificação da Serra de Serpa,

com a presença de Assunção Cristas,

Ministra da Agricultura,

António Mexia,

presidente do Conselho de Administração da EDP,

entre outras individualidades.

Depois da apresentação do projecto,

às 15 horas,

 na Câmara Municipal,

é feita uma visita às instalações

de clientes na Serra de Serpa.

 

Veja mais informações aqui.

Só a seca conseguiu unir PS e CDU na Câmara de Beja

Zé LG, 23.02.12

Na reunião da Câmara realizada ontem, em São Matias, foi aprovado, por unanimidade, um documento onde é exigido que o governo: “realize uma visita e reunião de trabalho na região para avaliar «in loco» a situação e analisar as medidas imediatas a tomar”; “proceda a uma avaliação dos prejuízos e desencadeie mecanismos de compensação dos mesmos” e “lance um programa financeiro de apoio e ajuda aos agricultores mais afectados”. A autarquia quer ainda que o governo “reveja a decisão tomada e retome, de imediato, a programação anterior do projecto do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva de forma a que a sua conclusão tenha lugar até 2015”. Por último defende que seja iniciada a “preparação de um plano de contingência, a nível agrícola e de abastecimento de água às populações, que permita fazer face ao agudizar da situação, caso a seca perdure”.

"Deixei de acreditar neste Executivo"

Zé LG, 23.02.12

Câmara de Beja ainda não pagou prémios da 17ª Galeria Aberta.

As colectividades da freguesia da Salvada estão com “grandes dificuldades”, pois existe um “atraso” nos pagamentos dos compromissos financeiros por parte do município, de acordo Miguel Ramalho, vereador da CDU.

Mariano Baião deixa presidência do Despertar, porque “Deixei de acreditar neste executivo. Recuso-me terminantemente a ser seu parceiro”, é “difícil dormir descansado quando se entra em incumprimento com atletas e colaboradores (...) por culpa daqueles que não só não sabem fazer orçamentos como não cumprem com aquilo a que se comprometem”.

“Metabolómica: aplicações e perspetivas em saúde e toxicologia”

Zé LG, 23.02.12

… é o tema de mais uma palestra promovida pelo CEBAL, no Auditório da ESAB, às 12h00 de hoje, integrada na iniciativa “Um Dia Com...”, que tem como convidada Iola Duarte, Investigadora Auxiliar no Centre for Research in Ceramics and Composite Materials (CICECO), do Departamento de Química da Universidade de Aveiro, em que serão apresentadas aplicações da metabolómica no diagnóstico de doenças e a avaliação da toxicidade de fármacos, com enfoque na investigação das assinaturas metabólicas do cancro do pulmão e no estudo de respostas celulares a agentes anti-tumoral.

TSF encerra delegações regionais e despede Jornalistas premiados

Zé LG, 22.02.12

A TSF iniciou um processo de reorganização que passa pelo encerramento de delegações e extinção de postos de trabalho. No entanto, Paulo Baldaia, o director da estação apenas revela que "A TSF tem em curso uma reorganização financeira que será comunicada a toda a redacção até final da semana", afirmou escusando-se a adiantar mais informação.

Já os jornalistas da TSF em Évora e em Faro confirmaram que essa reorganização vai implicar o encerramento das duas delegações, tendo-lhes sido anunciada a extinção dos postos de trabalho nestes locais, por questões de ordem orçamental.

Carlos Júlio, na TSF desde 1990, considera "curiosa" a decisão, tendo este recebido o prémio Gazeta de Rádio no ano passado, dado pelo Clube de Jornalistas, com a reportagem "A terra a quem a trabalha".

Por seu lado a jornalista da TSF em Faro, Maria Augusta Casaca, foi a vencedora do prémio de jornalismo Direitos Humanos & Integração em 2010, na categoria de rádio, com o trabalho "O silêncio dos dias", tendo também ganho o primeiro prémio de jornalismo da Associação Nacional de Municípios Portugueses em 

2007.

CIMBAL e AMBAAL participam juntas, de “forma activa e dinâmica”, na 29ª OVIBEJA

Zé LG, 22.02.12

A CIMBAL - Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, vai participar na Ovibeja de “forma activa e dinâmica”, segundo o seu presidente, Pulido Valente, que informou que a CIMBAL e a AMBAAL - Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral vão estar juntas no certame.

Os municípios querem alertar os visitantes da Ovibeja para a importância dos projectos estruturantes, pois alguns “podem estar em perigo”, e pretendem também esclarecer as populações sobre as dificuldades em assegurarem “serviços, intervenções e investimentos” previstos, dada a redução das transferências do Orçamento do Estado.

Ovibeja promove “Fé nos burros”

Zé LG, 22.02.12

... a pensar nas crianças, no turismo e em novas funções terapêuticas.

Fé nos Burros” é uma das iniciativas que traz à 29ª Ovibeja quatro burros para actividades dirigidas especialmente às crianças, uma exposição fotográfica, um filme e um espaço de debate sobre este velho companheiro do homem.

Na Ovibeja as crianças vão poder ajudar a tratar dos burros - dar de comer, escovar, limpar -, enquanto os monitores falam sobre a espécie, os diferentes tipos de alimentação, acerca dos cuidados básicos, da fisiologia dos burros, ... Dado que o burro é um animal dócil, paciente, estável física e emocionalmente, os familiares podem fazer a reportagem fotográfica das crianças no decorrer do contacto com os animais. Os mais novos podem ainda dar passeios de burro, acompanhados com monitores que levam os animais à rédea.

Uma ampla e muito ilustrativa exposição sobre o papel e importância do burro na sua relação com o homem vai preencher uma praça da Ovibeja, onde vai também ser apresentada e debatida a importância da preservação desta espécie e a sua utilização para novas funções que podem ir desde a integração em actividades de lazer e turismo, manutenção da biodiversidade e até em processos terapêuticos.

Fé nos Burros” é apenas uma das muitas curiosidades da 29ª edição da Ovibeja. A tradição aliada à modernidade e à inovação, a interculturalidade, a festa, o campo de mãos dadas com a cidade são alguns dos atractivos da Grande Feira do Sul, organizada pela ACOS – Agricultores do Sul, que tem este ano como tema central “+ PRODUÇÃO”.

Passos atrás

Zé LG, 22.02.12

A actual maioria PSD – CDS, liderada por Passos Coelho, tem vindo a prosseguir uma política e a aprovar políticas que representam, como diz Carvalho da Silva, o maior retrocesso civilizacional alguma vez verificado.

A maioria dessas políticas e medidas em nada contribuem para os objectivos anunciados de combate aos défices, de crescimento económico e de justiça social. Antes pelo contrário, muitas delas contribuem para a ruína do país, o empobrecimento do povo, as desigualdades sociais e a falta de coesão nacional, como diversos indicadores vêm comprovando.

Há ainda quem lhe dê o benefício da dúvida e persista em acreditar que a política desta maioria e as políticas e medidas que tem vindo a tomar se devem a alguma impreparação de Passos Coelho e do seu governo. Não acredito nisso. Passos Coelho, o seu governo e restante entourage sabem bem o que querem e o que estão a fazer e fazem-no com competência. Este governo, apoiado pela maioria PSD – CDS, tem como principal objectivo testar até ao limite a capacidade de resistência do povo, designadamente dos trabalhadores, empurrando-os para uma situação equiparável à que se vivia há meio século atrás.

Todas as suas políticas e medidas atacam direitos dos trabalhadores. Sempre com a justificação / desculpa de que “não há dinheiro”. E que “não há dinheiro”, porque “vivemos acima das nossas possibilidades”, porque foram criados direitos patrimoniais que não podem ser satisfeitos.

Ainda começaram por dizer que o desemprego era o maior flagelo que devia ser combatido, mas a prática em pouco tempo evidenciou a hipocrisia. As medidas tomadas – aumento da idade para a reforma, redução do número de dias de férias, redução dos feriados, tentativa de aumento do horário de trabalho, entre outras -, têm como grande e imediata consequência o aumento do desemprego e a dificuldade de criar novos postos de trabalho. Aliás, a incapacidade e falta de vontade do governo de combater o desemprego ficou bem demonstrada com o convite do primeiro-ministro aos jovens para emigrarem, porque em Portugal não têm possibilidade de encontrar trabalho.

Mas existem outras medidas e afirmações, que pelo seu conteúdo e também pelo seu simbolismo, mostram bem como este governo pretende fazer o país andar para trás, nomeadamente nos direitos sociais e dos trabalhadores: a restrição da aplicação do rendimento mínimo, com a justificação de que é necessário impedir os seus beneficiários de se tornarem subsídio-dependentes; a redução do tempo e do valor do subsídio de desemprego, com o argumento de que é necessário incentivar os desempregados a voltar ao trabalho; o acordo de concertação social, que mais não é do que a consagração de um conjunto de medidas lesivas dos trabalhadores; o apelo do primeiro-ministro aos portugueses para serem “menos complacentes” e “menos piegas”, porque só assim será possível ganhar credibilidade e criar condições para superar a crise.

Ou seja, este governo faz dos trabalhadores – empregados, desempregados e reformados – os culpados da crise e penaliza-os com a austeridade e a retirada de direitos, procurando retroceder meio século, altura em que não lhes eram reconhecidos quaisquer direitos, o emprego era apresentado como um privilégio e as remunerações um favor, concedidos pelo Estado e pelos patrões apenas a alguns, mantendo sempre disponível um enorme exército de desempregados sem quaisquer direitos e meios de subsistência, que lhes permitia manter a situação.

É a esta situação que Passos Coelho pretende fazer o país retroceder. Passos Coelho é jovem na idade mas, através da sua acção, mostra que é um velho na política salazarenta que persiste em levar à prática.

Como alguém escreveu no meu blogue Alvitrando – com a direita no poder o Alentejo só tem uma mudança, a marcha atrás -, este primeiro-ministro só quer dar passos atrás, promovendo um acentuado retrocesso civilizacional.

Penedo Gordo, 09/02/2012

Publicado na edição nº 109 da revista Mais Alentejo.

Mais Alentejo - edição nº 109 já está nas bancas

Zé LG, 21.02.12

Cantemos até ser dia - O Cante Alentejano, na perspectiva da candidatura a Património Imaterial da Humanidade da UNESCO, é o tema principal de capa.

 

Entrevista com a actriz Alexandra Lencastre.

 

Mantas de Monsaraz, uma arte que vem de longe.

 

O azeite da herdade Maria da Guarda (Serpa).

 

Vinhos. Gastronomia. Turismo. Percursos. Património. Cultura.

Semana do Porco começou hoje no Alentejo

Zé LG, 21.02.12

Alandroal, Almodôvar, Alter do Chão, Arraiolos, Arronches, Avis, Beja, Borba, Campo Maior, Castelo de Vide, Castro Verde, Crato, Elvas, Estremoz, Évora, Ferreira do Alentejo, Grândola, Marvão, Mértola, Monforte, Montemor-o-Novo, Mora, Moura, Mourão, Nisa, Odemira, Ourique, Ponte de Sor, Portalegre, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Serpa, Sousel, Vendas Novas, Vila Viçosa são os concelhos que participam na Semana do Porco, promovida pela Turismo Alentejo, ERT. 

 

 

 

Veja: Folheto com listagem de aderentes (pdf)

Feira do Queijo do Alentejo em Serpa

Zé LG, 20.02.12

O Pavilhão de Feiras e Exposições de Serpa vai receber a 11ª edição da Feira do Queijo do Alentejo, de 24 a 26 de fevereiro. Uma oportunidade única para degustar e obter, não só o afamado Queijo Serpa mas também outros queijos de renome da região e do país. O certame irá contar, também, com os produtos regionais do concelho de Serpa, assim como a doçaria e o artesanato, num ambiente hospitaleiro, onde não faltam as delícias da gastronomia local e o cante alentejano.
"A Festa é Nossa", programa da RTP1 vai estar na Feira do Queijo. Júlio Isidro e a sua equipa transmitirão em direto do recinto da feira, no sábado, dia 25, das 15h30 às 18h30.
Horário da feira  - Área de expositores: sexta-feira e sábado das 11h00 às 23h00 e domingo das 11h00 às 20h00. O recinto das tasquinhas encerra às 02h00.
Entrada livre.
Consulte o Programa aqui e mais informação aqui

São Matias recebe a II Semana Aberta da Câmara de Beja

Zé LG, 20.02.12

 

A Câmara Municipal de Beja promove, a partir de hoje, a II Semana Aberta, desta vez, na freguesia de São Matias. De 20 a 25 de fevereiro, o Município de Beja dedicará a sua atenção ao acompanhamento da freguesia de São Matias e da sua população, quer pelo executivo, quer pelas diversas áreas de atuação dos serviços da Câmara.

Consulte aqui o programa completo.