Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Município de Alandroal aderiu ao projecto "AlterCexa"

Zé LG Zé LG, 25.01.12

Trata-se de um projecto conjunto de oito entidades portuguesas e espanholas, que resultou numa candidatura ao POCTEP - Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Portugal - Espanha, que, segundo João Grilo, presidente da Câmara Municipal de Alandroal  "na prática, o projecto pretende desenvolver e aplicar um conjunto de medidas que potenciem a utilização das fontes de energia renováveis nas regiões Alentejo e Estremadura espanhola".

Portal da Câmara de Beja em manutenção... até quando?

Zé LG Zé LG, 25.01.12

Assim se apresenta há alguns dias o portal da Câmara Municipal de Beja: CMBEJA_XEOPORTLET não está actualmente disponível por motivos de manutenção.


Não seria possível acrescentar algo mais a esta lacónica informação, designadamente até quando vai continuar assim? Os utilizadores agradeciam, julgo eu…

Criada Rede de Infra-estruturas Científicas e Tecnológicas de Beja

Zé LG Zé LG, 25.01.12

O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) juntamente com o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG), o Centro Operativo e de Tecnologia do Regadio (COTR), o Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Baixo Alentejo e Litoral (CEBAL) e a Lógica - EM assinaram um Protocolo de Entendimento e Colaboração para a criação da Rede de Infra-estruturas Científicas e Tecnológicas de Beja, no âmbito do Sistema Regional de Transferência de Tecnologia, que tem como missão criar e desenvolver uma “estratégia regional de Promoção e Valorização da Investigação e do Desenvolvimento Tecnológico, através da transferência de conhecimento, tecnologia e da geração de empresas e de ideias de negócio inovadoras”.
Os domínios científicos deste projecto são: Agricultura e Tecnologia Alimentar; Água e Ambiente; Biotecnologia; Energias Renováveis; Recursos Geológicos e Mineiros; Turismo, Património e Saúde e Sistemas Computacionais e Criatividade Multimédia.

Câmara de Beja suspende transferências para as Freguesias, contrariando parecer da ANMP

Zé LG Zé LG, 25.01.12

A Câmara de Beja disse às juntas de freguesia que não podia fazer “pagamentos relativos às verbas do Protocolo de Delegação de Competências, uma vez que, o Orçamento 2012 foi reprovado”. “Informação da ANMP contraria aquela indicação”, diz Sérgio Engana. O presidente da Junta de Freguesia de Salvada, avançou que “pediu parecer à ANAFRE” sobre aquela matéria.
No parecer da ANMP, nº 03/01/2012, do passado dia 12, é referido o seguinte: “Durante o ano 2012 e até aprovação dos novos documentos previsionais para tal ano económico, deve-se continuar a proceder às transferências de verbas para as freguesias, decorrentes de competências delegadas e aos apoios financeiros a outras entidades nos moldes do Orçamento de 2011”.
Sérgio Engana, presidente da Junta de Freguesia de Salvada, mostrou-se “estupefacto” com tal informação e adiantou que “as indicações da autarquia bejense são contrariadas pelo parecer da ANMP evocado”.

Alguma vez tinha de acontecer

Zé LG Zé LG, 25.01.12

Fui ontem inquirido pelos Serviços do Ministério Público, na qualidade de testemunha, no âmbito dos autos de um processo movido contra desconhecidos, por comentários anónimos considerados difamatórios / injuriosos publicados no Alvitrando.

As questões que me foram colocadas foram: 1 - se é possível identificar os IP dos comentários anónimos; 2 - se é possível indicar o IP do Alvitrando; 3 - se sei ou suspeito de quem terá colocado os comentários alegadamente difamatórios / injuriosos.

Depois de oito anos a alvitrar, esta foi a primeira vez que o Alvitrando foi envolvido num processo judicial. Até aqui, sempre que alguém me transmitiu o seu desagrado por comentários nele publicados, a questão foi resolvida apagando esses comentários. Desta vez tal não aconteceu porque o queixoso optou por recorrer ao Tribunal, sem ter estabelecido qualquer contacto comigo.