Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Palma Rita é de novo delegado regional do IEFP Alentejo

José Joaquim Palma Rita tomou posse como delegado regional do Alentejo do IEFP, regressando às funções que já desempenhou em 2004/2005.
Natural de Alandroal (1964), José Palma Rita é licenciado em Sociologia pela Universidade de Évora e Mestre pela mesma Universidade (1997) em Sociologia, variante de Recursos Humanos e Desenvolvimento Sustentável. Profissionalmente é técnico superior da Delegação Regional do Alentejo do IEFP desde 1988. Foi director do Centro de Emprego de Évora, Chefe da Divisão de Certificação Profissional e delegado Regional do Alentejo do IEFP.

Isto verificou-se até Junho. Imagine-se agora!...

Portugal é o único país onde a austeridade exigiu mais aos mais pobres!
Entre os seis países da União Europeia mais afectados pela crise, Portugal é o único onde as medidas de austeridade exigiram um esforço financeiro aos pobres superior ao que foi pedido aos ricos, revela um estudo recente publicado pela Comissão Europeia. Na comparação com Grécia, Estónia, Irlanda, Reino Unido e Espanha, Portugal é também o País que regista um dos maiores aumentos de risco de pobreza devido às medidas de consolidação orçamental adoptadas durante a crise, ultrapassando a barreira dos 20% da população em risco.
O artigo, que considera o período entre 2009 e Junho do ano passado, revela que “Portugal é o único país com uma distribuição claramente regressiva”, isto é, onde os pobres pagaram proporcionalmente muito mais que os ricos para o esforço de consolidação. Isto num país que é já o mais desigual da União Europeia.
Leia todo o artigo aqui - http://sala-de-imprensa.net/blog/portugal-e-o-unico-pais-onde-a-austeridade-exigiu-mais-aos-mais-ao-pobres/.

"Afinal, porque ainda não foi nomeada a administração da ulsba?"

Aqui ficam mais três comentários deixados aqui - http://alvitrando.blogs.sapo.pt/1995073.html, a propósito do processo de nomeação do novo Conselho de Administração da ULSBA:
 
Afinal, porque ainda não foi nomeada a administração da ulsba? O povo contribuinte quer transparência...
Anónimo a 3 de Janeiro de 2012 às 12:50
 
De facto, parece existir \"alguma\" opacidade nesse processo. Parece resultado de um braço de ferro entre grupos cujos membros são desconhecidos nessa instituição.
Cidadão a 3 de Janeiro de 2012 às 13:23

Claro que há opacidade, uma opacidade transparente, identica à do circo romano, só que hoje os degladiantes são mais modernos..., usam ip4, ipads, emails, teleconferências... cobram favores oportunamente prestados, fazem favores que oportunamente se encarregarão de cobrar!
Isto não lhe dá pistas? Não sabe quem se resguarda na penumbra dos gabinetes?
Se não sabe não é cidadão, é um , mais um anónimo!
A peleja está instalada há muito, por detrás das cotas, não metálicas, estão hoje o MS, o JPR, o MLG, o ZRS, o GS, é ver quem mobiliza as melhores inflências..., e nós "tranquilamente sentados", cidadão!
Paspalho a 3 de Janeiro de 2012 às 20:51


Comentários recentes

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds