Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

O exercício da cidadania impõe responsabilidade

O exercício da cidadania impõe que sejamos responsáveis juridicamente pelos nossos atos. Não critico o anonimato, quando responsável por tudo quanto pretende transmitir mas, se e só se respeitar a privacidade da pessoa visada, no total respeito pela verdade dos factos, se deles tem pleno conhecimento. Já o comentário meramente ofensivo, com laivos de verdadeira calúnia, com o objectivo de espicaçar o visado, é de desprezar, uma vez que procede do anonimato. Em democracia há todavia uma exceção para o caso de se tratar de uma figura pública, -que neste caso- pelas funções que exerce, está sujeita ao escrutínio da opinião pública, sem em todo o caso deixar de poder defender a sua honra nos tribunais. Responsabilizar o autor do Alvitrando pelos comentários anónimos, parece-me excessivo e, mais uma vez é avisado haver o maior cuidado por parte dos comentaristas anónimos, afim de não pôr em causa a continuidade desejada do Blog ALVITRANDO.

Comentário de António Martins deixado aqui, a 31 de Janeiro de 2012 às 17:20

Pita Ameixa acusa o PSD e o CDS de estarem "apostados em estragar o Alqueva"

"O Governo e os partidos que o suportam (PSD e CDS) estão decisivamente apostados em estragar o Alqueva, em descredibilizar a agricultura nacional e em humilhar os agricultores alentejanos, já acusados de incapazes de desenvolver uma agricultura de regadio", refere, em comunicado, o deputado e presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS.
Por outro lado, diz, "a fim de dar cobertura à deriva do Governo", PSD e CDS-PP apresentaram uma resolução, já aprovada na Assembleia da República e que, "enfeitada de frases a favor da agricultura de regadio, mais não faz do que convalidar a paragem das obras e o abandono do projecto" do Alqueva.

Será coincidência ou ficaram com medo?

Desde que aqui alvitrei que “Alguma vez tinha de acontecer” – ser chamado a Tribunal por causa de comentários anónimos no Alvitrando - que o número de comentários diminuiu significativamente.
A dúvida que coloco é a de saber se tal se ficou a dever ao facto dos alvitres posteriores a esse não justificarem qualquer comentário ou se aquele alvitre gerou alguma inibição nalguns comentadores mais frequentes, pelo receio de poderem vir a ser confrontados com a Justiça.

"O Concelho de Évora a caminho da excelência"?

(Jornal da Candidatura de José Ernesto d’Oliveira, do Partido Socialista,
à Presidência da Câmara Municipal de Évora - 2009)

 

Quase três anos depois, alguém sabe em que fase de concretização estão os “Empreendimentos imediatos” - Parque Desportivo Municipal, Salão Central, Escola Canaviais, Acrópole XXI, Estrada N.ª S.ª Machede - e os “Empreendimentos de curto prazo” – Variante Nascente, Jardim e Mata Públicos, Portas de Avis, Biblioteca e Arquivos Municipais?
posted by manoelinho at 12:49, no Mais Évora.

Distracções que saem caras – mais um contributo para as receitas do Estado

Em Agosto, distraí-me e paguei o IUC – Imposto Único de Circulação 25 dias depois do prazo.
Em Dezembro fui notificado para pagar uma coima € 25,00, no prazo de 15 dias. Não sei o que aconteceu mas não paguei, embora estivesse convencido de o ter feito.
Agora, recebi nova notificação para pagar uma coima de € 30,00 (o dobro da inicial) e € 38,25 de custas, o que fiz, para evitar que qualquer dia, o valor do carro não desse para pagar o valor galopante das coimas e custas do processo. Os € 68,25 já ultrapassaram o valor do IUC, que foi de € 52,84.
Fui ainda informado que esta plataforma informática é a mais eficaz, porque “trabalha” noite e dia, sem parar, não deixando escapar nada. E, assim, através desta forma eficaz de sacar, contribuí com mais € 68,25 para as receitas do Estado. E lá se foi mais uma semana de combustível…

Freguesias de Beja manifestam-se junto da Câmara Municipal se esta não transferir as verbas devidas

Considerando – ver aqui.
As Freguesias do Concelho de Beja, reunidas no Edifício das Juntas de Freguesia da Cidade de Beja, no dia 25 de Janeiro de 2012, deliberam:
1. Exigir do Presidente da Câmara Municipal de Beja, pagamento das verbas correspondentes aos Protocolos de Delegação de Competências celebrados com as Freguesias do Concelho, até ao dia 02 de Fevereiro de 2012.
2. Fazer a entrega da presente deliberação ao Presidente da Câmara Municipal de Beja no dia 27 de Janeiro às 10h30.
3. Não havendo cumprimento por parte da Câmara Municipal de Beja, faremos uma manifestação pública na Praça da República em conjunto com eleitos, trabalhadores e população no dia 03 de Fevereiro de 2012.

“No Alentejo há mais acolhimento” com “RITA”

Sob o mote “No Alentejo há mais acolhimento”, dezenas de técnicos de turismo de todas as câmaras municipais da região participam hoje, em Santiago do Cacém, no 3º encontro anual que tem como ponto alto a apresentação do projecto RITA (Rede de Informação Turística do Alentejo).”
Ceia da Silva, Presidente da Turismo do Alentejo, ERT, diz que a Rede é “uma revolução autêntica do atendimento turístico a nível europeu” porque os Postos de Turismo vão passar a ter mesas interactivas que permitem ao turista a criação dos seus roteiros. O projecto prevê ainda a criação de 47 guias para telemóvel e vai reformular os painéis turísticos existentes na região.

Câmara de Beja promove, a partir de hoje, a 1ª Semana Aberta na Trindade

A Câmara Municipal de Beja promove a 1ª Semana Aberta nas freguesias rurais do concelho, a ter lugar na Trindade, de 30 de janeiro a 3 de Fevereiro, período no qual o Município de Beja concentrará esforços no acompanhamento daquela freguesia e da sua população, quer pelo executivo, quer pelas diversas áreas de atuação dos serviços da Câmara.

Esta iniciativa tem como objetivo uma aproximação cada vez mais efetiva do executivo e dos serviços aos munícipes. Estão já agendadas diversas iniciativas de âmbito cultural, social e de investimento, desenvolvidas pelos vários serviços em colaboração com a Junta de Freguesia e a população da Trindade.

Conheça o programa completo.

Pág. 1/13

Comentários recentes

  • Anónimo

  • Anónimo

    São tantas as campanhas, ações e divulgações da EM...

  • Anónimo

    Os presentes sobre as viaturas são feitos por pard...

  • Anónimo

    Só se os pássaros fossem parvos é que iriam para e...

  • Anónimo

    Quais, quais, oliveiras, olivaisPintassilgos, roux...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds