Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Dez anos depois…

… voltei a participar numa sessão sobre os fundos comunitários. Realizou-se na CCDRA, sobre a “Reprogramação do INALENTEJO e Perspectivas Futuras”.

Enquanto assistia à sessão, dei por mim a observar os participantes e a estabelecer um paralelo com o que se verificava até há dez anos, quando participava frequentemente em reuniões como esta. Hoje vi mais técnicos e menos políticos, mais mulheres, menos autarcas do que nesses tempos.

Também a conversa foi menos política, a começar pelo presidente da CCDRA e do INALENTEJO. Não existe qualquer comparação entre a intervenção que hoje ouvi a João Cordovil e as que ouvi a Carmelo Aires.

Os tempos são outros, não sei se as coisas funcionam melhor. Não creio…

Do conteúdo da sessão ficou o testamento de João Cordovil. Quem é o senhor que lhe sucede? António Costa da Silva? Há quem diga que será ele, há quem diga que tem a oposição dos seus próprios companheiros do PSD (de Évora ou do Alentejo?). Ele não confirma nem desmente. Aceitam-se propostas.

No dia em que se assinalam os 35 anos das primeiras eleições autárquicas democráticas

Deixo aqui algumas ideias que sintetizam o que me parecem fundamentais sobre o que deve ser uma verdadeira reforma do poder local.

“A reforma do poder local deve ser encarada como uma oportunidade para corrigir erros e proceder a mudanças, mas sem ceder a tentações centralizadoras".

António Cândido de Oliveira, investigador do Núcleo de Estudos de Direito das Autarquias Locais (NEDAL) da Universidade do Minho (UM) defende “a criação de um patamar intermédio de competências” entre o poder central e a administração local, “tal como está da Constituição de 1976, não para gerar mais despesa, mas para melhorar a administração”, porque, “tal como até aqui, não é nem será possível resolver os problemas das Regiões a partir dos gabinetes de Lisboa”.

O futuro traz, por isso, um claro desafio ao poder local: o do reforço da sua autonomia, “desde que acompanhada por critérios acrescidos de responsabilidade e transparência”. António Cândido de Oliveira defende que, “de uma vez por todas, os municípios prestem contas da sua acção e caminhem pelos princípios da boa administração”. Só assim, diz o especialista, “será possível que o poder local tenha continuidade e funcione cada vez melhor”.

Novo Conselho de Administração da ULSBA

Depois de ter sido preterido, em detrimento de Marciano Lopes, para a ARS Alentejo, José Gaspar assume a Presidência do C.A.; a tão polémica Direcção clínica ficará para Carlos Monteverde, que nas ultimas semanas procurou assegurar a aceitação por parte das direcções dos diferentes serviços hospitalares; nas pastas administrativas, Manuel Milho (que terá terminado a sua já longa travessia do deserto) e Manuel Soares (um "exemplo" de longevidade politica, está em todos...), asseguram a gestão das contas; a área da Enfermagem será entregue ao Enf.º João Guerreiro, ao que consta vindo do circulo pessoal do deputado laranja da zona de Alvito...
Comentário de Anónimo, deixado aqui, a 11 de Dezembro de 2011 às 22:04

 

Confirma-se esta rinformação ou não passa de especulação?

Festa AE ESTIG - Winter Party 2011 no Parque de Feiras e Exposições de Beja

A AE ESTIG volta pelo terceiro ano consecutivo a realizar a sua festa de Natal, a Winter Party, quinta-feira, dia 15, entre das 23h00 até 6h00, no  Parque de Feiras e Exposições de Beja, com a presença de:
- Tuna Universitária de Beja
- Ma'ESTIG'ama Tuna
- Ruben Baião
- MASSIVEDRUM
- DJ Jonny V (por motivos de força maior o dj anunciado no cartaz André Cruz não pode actuar no dia 15 no evento)
Entrada: 5 € com oferta de uma imperial ou agua.
Bilhetes à venda a partir de Segunda-Feira na AE ESTIG.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Dra, tendo em conta que temos 21 deputados europeu...

  • Ana Matos Pires

    Tranquilizar os demais é o meu nome do meio. Mande...

  • Anónimo

    A iniciativa do movimento é meritória mas inócua e...

  • Anónimo

    Obrigado pela sua douta opinião! Ainda bem que há ...

  • Anónimo

    Mas quem é que verdadeiramente pode dizer que conh...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds