Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Ruptura/FER vai abandonar o Bloco de Esquerda e formar novo partido

O líder da Ruptura/FER disse hoje que "cerca de 200 bloquistas vão abandonar" o BE e que está convocado um congresso para 10 de Março de 2012 para formar novo partido. Bloco classifica decisão de "irresponsável".

Gil Garcia adianta que a posição desta corrente do BE, noticiada hoje pelo semanário Sol, foi tomada por "haver discriminação à esquerda" dentro do partido. "Nós fomos empurrados para fora, principalmente depois dos resultados eleitorais de 5 de Junho [em que o Bloco perdeu metade dos 16 deputados que tinha e nem conseguiu reeleger o então líder da bancada, José Manuel Pureza, candidato por Coimbra]", conta.

A Mesa acusa a Ruptura/FER - que se integrou no Bloco já "depois da sua fundação" - de, durante uma década, ter ocultado as suas divergências, "aprovando as resoluções das Convenções que agora diaboliza". Nos últimos anos, "passou a afirmar divergências de fundo sob qualquer pretexto" e há exemplos: "Intervenções tão extravagantes como o apelo à constituição de brigadas para apoiar os talibãs no Afeganistão, ou apelo ao voto em branco nas eleições presidenciais", aponta o Bloco de Esquerda.

Ver aqui toda a notícia.

Que futuro para as Novas Oportunidades e o RVCC?

Esdime e Rota do Guadiana, do Baixo Alentejo, e In Loco, do Algarve, três das quatro associações de desenvolvimento local promotoras de Centros de Novas Oportunidades naquelas regiões, exigem o "esclarecimento imediato" do Governo sobre o futuro do programa, alegando que as incertezas estão a causar uma "insuportável indefinição" e, também, sobre o papel que as associações de desenvolvimento local vão assumir na implementação do Sistema de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC), uma vez que tem havido uma "ausência total de comunicação oficial sobre as intenções" do Governo em relação ao futuro do programa Novas Oportunidades e do sistema de RVCC, o que causa "uma insuportável indefinição" entre as associações e equipas de trabalho.

Pós-de-Mina vai presidir à AMBAAL

José Maria Pós-de-Mina, presidente da Câmara de Moura, vai presidir o Conselho Directivo nos próximos dois anos e  

entra em funções no início de 2012. Integram ainda o Conselho Directivo como vogais: Aníbal Costa (presidente da Câmara de Ferreira), Nelson Brito (presidente da Câmara de Aljustrel), António Sebastião (presidente da Câmara de Almodôvar) e Manuel Narra (presidente da Câmara de Vidigueira).

A Assembleia Intermunicipal da AMBAAL passa a ser presidida por Jorge Pulido Valente, presidente da Câmara de Beja.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Vote no PAN.

  • Anónimo

    Já cá faltava a patetice da habitual comparação co...

  • Anónimo

    alguém pode dizer onde é este lugar?

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

  • Quim

    Foi a conclusão que EU tirei. Mas não fui o unico....

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds