Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Venha Caminhar Connosco!

Em Portugal - 5 de Novembro de 2011, 10h30, Parque das Nações (do Cais Português* até à Torre Vasco da Gama).

Caminhada Internacional Solidária para apoiar o Projecto OPKO:  Terapia Genética, uma esperança para obter a cura.

DRAVET SYNDROME FOUNDATION EUROPE - Portugal

Se nem para alternante serve, para que serve?!...

O aeroporto de Beja poderia ter sido uma alternativa ao de Faro, que no início da passada semana, o mau tempo danificou, provocando uma limitação grave na descolagem de aviões, face aos graves danos que tornaram a zona de “check-in” inoperacional.

Uma alternativa, que foi colocada de parte pelo secretário de Estado dos Transportes, que afirmou que “a infra-estrutura alentejana não é considerada nos planos de voo usados pelos pilotos, não tem assistência em terra, nem de combustível, além de que a maioria das aeronaves não pode aterrar em Beja”.

Sérgio Monteiro deixou claro que o Aeroporto de Beja não tinha condições para ser alternativa à de Faro quando disse que “sem prejuízo daquilo que é a rota das companhias aéreas, há também condições para um aeroporto ser considerado alternante” e que as mesmas “não estavam consideradas”.

 

Já vai sendo tempo do governo dizer para que serve o Aeroporto de Beja… as eleições foram há tão pouco tempo e já deitaram borda fora todas as promessas de dedicação à Região. Nem alternantes são. Talvez coveiros.

“Venham +5” e “O amor infinito que te tenho e outras histórias” de Paulo Monteiro vencem Festival Internacional Amadora BD

O livro “O amor infinito que te tenho e outras histórias”, de Paulo Monteiro, foi eleito o melhor álbum de banda desenhada de 2011, no âmbito do Festival Internacional Amadora BD.

 

Paulo Monteiro, nascido em 1967, é o director do festival de banda desenhada de Beja, reunindo naquele livro histórias de banda desenhada feitas entre 2005 e 2010.

 

A revista "Venham +5", editada pela Bedeteca de Beja e coordenada por Paulo Monteiro, voltou a ser eleita a melhor fanzine.

Movimentos de Utentes concentram-se hoje em Évora junto à ARS-Alentejo

Os Movimentos de Utentes do Serviço Nacional de Saúde dos distritos de Beja, Évora, Portalegre e Litoral Alentejano, concentram-se hoje junto à Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, em Évora, onde vão apresentar uma Declaração, sobre o que dizem ser “o gravíssimo ataque contra o Serviço Nacional de Saúde”.

Esta Concentração visa alertar o Ministério da Saúde para a actual situação em que se encontram os serviços de saúde. Só no distrito de Beja existem 34 postos médicos em risco de encerrar.

Pág. 1/14

Comentários recentes

  • Anónimo

    Penso que é facial perceber quem falta a verdade. ...

  • Anónimo

    Bons tempos.

  • Anónimo

    Tem toda a razão, às vezes parecem miúdos que pela...

  • Anónimo

    Como estão as contas afinal?

  • Luis Palminha

    Se não me engano, a resposta a essa pergunta foi p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds