Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Pudera!...

Zé LG, 27.09.11

O secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, Carlos Moedas, confirmou hoje que a recessão económica em Portugal em 2012 será mais profunda que o previsto, podendo chegar aos 2,5 por cento, devido à conjuntura internacional.  

"As pessoas em Portugal não vêem o que se passa no dia a dia lá fora, com números negativos a sair todos os dias nos Estados Unidos da América, e ao termos esta incerteza, obviamente que os cenários (macroeconómicos)  têm de ser modificados, mas não por não estarmos a fazer o que temos de  fazer, mas sim pela situação internacional", argumentou o governante.

 

Não era este o argumento que os outros usavam para justificar a crise? Não foi para a ultrapassarem mais depressa e com menos sofrimento que ganharam as eleições? Como se pode combater a recessão mantendo e insistindo em medidas que a provocaram?

Assembleia Municipal chumbou extinção da EXPOBEJA. e Pulido Valente espera que “o Governo extinga a empresa”

Zé LG, 27.09.11

A proposta de extinção da ExpoBeja - Sociedade Gestora do Parque de Feiras e Exposições de Beja foi ontem chumbada na Assembleia Municipal de Beja. Os eleitos da CDU e do Bloco de Esquerda votaram contra. O PSD absteve-se e o PS votou a favor.
A CDU recusou-se a votar a extinção da Empresa por não existir um acordo entre as duas entidades que a compõem – ACOS e Câmara de Beja - e sem um plano de viabilização.
O Bloco de Esquerda considera que é necessário criar um Plano Estratégico e só depois definir o “modelo e a fórmula de gestão”.
O PSD não se opõe à extinção mas prefere que entre os dois parceiros exista um “consenso”.

O PS pensa que não é possível celebrar um protocolo com a ACOS sem que antes esteja decidida a extinção da empresa, porque desta forma a Câmara ficaria “refém” da ACOS.
Jorge Pulido Valente vai ficar à espera que “o Governo extinga a empresa”.

 

E o que vai fazer o presidente da Câmara até lá, para viabilizar ou acabar com a Sociedade?

A dívida oculta da Alemanha

Zé LG, 27.09.11

"A verdade" – é o título do Handelsblatt, que baseando-se em números espantosos, põe termo ao mito da alegada parcimónia do Estado alemão. Oficialmente, a dívida alemã, em 2011, é de 2 biliões de euros. Mas isso é apenas uma meia verdade, porque a maior parte das despesas previstas com reformados, doentes e pessoas dependentes não foram incluídas nesse cálculo. De acordo com os novos números, a dívida real ascende a mais 5 biliões de euros. Por conseguinte, a dívida da Alemanha atingiria 185% do seu produto interno bruto e não os 83% oficialmente anunciados.

PRESSEUROP

Publicada por Pedro Martins em 11:58, no seu “A Dita e o Balde”

 

Com mestres destes como não havia Alberto João Jardim de "esconder" os buracos que tem andado a abrir na Madeira?

Alvito com estrada de acesso cortada até Dezembro

Zé LG, 26.09.11

A empresa Estradas de Portugal, SA está a efetuar trabalhos de reabilitação na Ponte sobre a Ribeira de Alvito – existente na EN 258 ao Km 2+050, localizada entre as localidades de Alvito e Vila Ruiva, estando prevista a interdição total do tráfego na EN 258 sobre aquela ponte entre 20 de Setembro e 9 de Dezembro do corrente ano.

ver aqui percurso alternativo Alvito/Cuba/Beja

ver aqui percurso alternativo Alvito/Vidigueira

Em alternativa poderão ainda ser utilizados: o C.M. 1007 (Monte Ruivo) na ligação a Cuba e o E.N. 1004 (Água de Peixes) na ligação a Vidigueira.

Assembleia Municipal de Beja vota hoje proposta de extinção da ExpoBeja

Zé LG, 26.09.11

A Assembleia Municipal de Beja vota hoje a proposta de extinção da ExpoBeja – Sociedade Gestora do Parque de Feiras e Exposições de Beja. A Câmara de Beja pretende acabar com a empresa uma vez que, segundo o presidente Jorge Pulido Valente, “continua a acumular dívidas e prejuízos”, e não tem qualquer possibilidade de ser “sustentável” do ponto de vista económico. Na Câmara de Beja a CDU votou contra a extinção porque, na altura, não estava definido um modelo de gestão para o Parque de Feiras e Exposições.

Na sessão, agendada para as 17h30, na Biblioteca Municipal, para além desta matéria ainda serão também votadas as propostas de novas taxas de IMI – Imposto Municipal sobre Imóveis e a Derrama para 2012, de adesão do município a várias organizações e seis projectos de regulamento como: a atribuição de Insígnias e medalhas municipais, hortas urbanas e utilização do Pax Julia.

Câmara de Beja tem custos “impossíveis de comportar”

Zé LG, 26.09.11

A Câmara de Beja contabiliza um défice mensal de 200 mil euros, segundo a vereadora Cristina Valadas. As receitas da autarquia não chegam para cobrir as despesas de funcionamento e a participação em instituições e associações municipais.

 

A questão que se coloca é: E o que fez e vai fazer o actual Executivo para acabar com custos “impossíveis de comportar”? É que, caso não tenham reparado, já passaram dois anos de mandato…

PCP realiza Assembleia Regional do Alentejo em Serpa

Zé LG, 24.09.11

A Direcção Regional do Alentejo analisou a situação económica e social da região, discutiu e aprovou o Projecto de Resolução Política da 4ª Assembleia Regional do Alentejo do PCP, a realizar a 27 de Novembro em Serpa, e que será agora posto à discussão dos militantes das quatro Organizações Regionais, aprovou um conjunto de linhas com vista ao desenvolvimento da luta popular com o objectivo de resistir e derrotar o Programa de Agressão e Submissão acordado entre a troika nacional e a troika estrangeira.

Ler mais...

Vinhos do Alentejo em Lisboa

Zé LG, 23.09.11

Os grandes vinhos alentejanos voltam a estar reunidos num único evento. No Centro Cultural de Belém (CCB), nos próximos dias 30 de setembro (sexta-feira) e 1 de outubro (sábado), cerca de 60 produtores da região dão a prova um total de mais de 300 vinhos na terceira edição do evento “Vinhos do Alentejo em Lisboa”, organizado pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).
Cada produtor terá uma mesa onde estará a dar a provar os seus vinhos e a falar sobre os mesmos. Estarão presentes mais de 60 produtores.

ALDEIA NOVA - Espectáculo de Homenagem a Manuel da Fonseca

Zé LG, 23.09.11

Beja recebe amanhã, às 21h30, no Pax Julia, o espectáculo “Aldeia Nova”, uma homenagem ao romancista, poeta e contista alentejano Manuel da Fonseca, no ano em que se comemora o centenário do seu nascimento, com direcção artística do músico bejense Paulo Ribeiro.

Aldeia Nova é uma co-produção da Rede CAL, concebida pelo autor Paulo Ribeiro, concebida pelo autor Paulo Ribeiro, que visa comemorar o nascimento de Manuel da Fonseca, em que cerca de 50 intérpretes “recriam através da música, da dança, da poesia e da fotografia o percurso universal de Manuel da Fonseca”.

 

Rodeia Machado afirma que bombeiros "não podem contar com a Câmara" e não afasta candidatura à Câmara de Beja

Zé LG, 23.09.11

Apesar de reconhecer que a Câmara Municipal de Beja continua a pagar apoios às despesas correntes aos Bombeiros de Beja (98 mil euros este ano!), o presidente da Associação não esconde criticas muito duras à autarquia, chegando ao ponto de afirmar que os bombeiros "não podem contar com a Câmara" e que "O presidente [da Câmara] não consegue perceber qual é a nossa actividade e isto já é um bocado de pirraça em relação aos bombeiros".

Rodeia Machado também fala, na entrevista à revista 30 DIAS, de alguns temas políticos e, por exemplo, não fecha a porta a uma eventual candidatura à Câmara de Beja pelo PCP.

EDAB vai ser extinta até ao final do ano

Zé LG, 23.09.11

A Assembleia-geral da EDAB reuniu ontem à tarde e votou favoravelmente a extinção da Empresa e nomeou uma comissão liquidatária constituída pelos dois administradores actualmente em funções.

Jorge Pulido Valente, presidente da AMBAAL, que preside à Assembleia-geral referiu que até 31 de Dezembro deste ano a Empresa vai ser extinta e que, no âmbito do processo de liquidação da Empresa, vai ser feito um encontro de contas entre o passivo e o activo para se verificar se as autarquias serão ressarcidas da sua participação no capital da Empresa.