Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Beja suspeita da poluição de Alvito

A Câmara Municipal de Beja solicitou à CCDRA que intervenha no sentido de detectar a origem do intenso cheiro a azeite ou derivado, que poderá ter origem na fábrica da UCASUL, em Alvito. Aníbal Martins, gerente da UCASUL, diz não acreditar" que seja a unidade a "libertar" os cheiros, acrescentando que a região sofreu “uma grande massificação de unidades produtivas no sector”.

 

Bem podia aproveitar a oportunidade para também solicitar “que sejam tomadas as medidas tendentes à eliminação” do mau cheiro “libertado” pelo Matadouro...

Cristas visita hoje a região de Alqueva

Assunção Cristas, ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território visita hoje, a região de Alqueva, deslocando-se a Montes Velhos/S. João de Negrilhos, no concelho de Aljustrel, para visitar a Associação de Beneficiários do Roxo e participar numa iniciativa comercial de um conjunto de agricultores da região, e a Selmes, no concelho de Vidigueira, para visitar um campo de milho e fazer a observação de projectos com várias valências, para “observar o potencial produtivo da região de Alqueva”.

 

Depois da visita da Comissão Parlamentar de Agricultura, presidida pelo PSD, segue-se a visita da ministra da Agricultura, do CDS. É a marcação cerrada entre os parceiros (?) da coligação governamental na procura do apoio dos agricultores / lavradores alentejanos… Espera-se que esta disputa não prejudique a Região.

Governo dá parecer "favorável condicionado" à melhoria das condições de navegabilidade do rio Guadiana

A Secretaria de Estado do Ambiente e do Ordenamento do Território emitiu parecer "favorável condicionado" ao projecto de melhoria das condições de navegabilidade do rio Guadiana entre a foz e o Pomarão, que pretende estabelecer um canal navegável entre a ponte internacional da A22 e a povoação de Pomarão, abrangendo os concelhos de Vila Real de Santo António, Castro Marim, Alcoutim e Mértola, além de território espanhol, e potenciar a interacção com outras actividades terrestres, contribuindo para proporcionar à população percursos turísticos com interesse cultural e ambiental.

O Ministério do Ambiente, Agricultura, Mar e Ordenamento do Território refere ainda que o projecto será ainda submetido a Avaliação de Impacte Ambiental, já que o regime espanhol prevê este procedimento numa fase posterior, em sede de projecto de execução.

Dívidas de municípios colocam “em perigo” salários dos funcionários da AD / Museu de Beja

O pagamento dos salários deste mês aos 15 funcionários da Assembleia Distrital de Beja está “em perigo” devido às dívidas de municípios, sobretudo do de Beja.
“O município de Beja é o maior contribuinte para o orçamento da assembleia e este ano ainda só pagou uma comparticipação”, a de “janeiro”, devendo um total de “128 mil euros”, disse António Sebastião, presidente da instituição.
A situação financeira da Assembleia Distrital está “brutalmente degradada” e, “se Beja não pagar qualquer contribuição este mês”, os salários de setembro dos funcionários, 13 do Museu Regional de Beja, gerido pela instituição, e dois administrativos da assembleia, estão “em perigo de não ser pagos”, alertou.

ALVITO ASSINALOU ONTEM DIA MUNDIAL DO TURISMO

 

Os principais edifícios religiosos do concelho estiveram abertos ao público e os visitantes do Posto de Turismo foram agraciados com uma lembrança sob a forma de pão alentejano!

“Só ou acompanhado.

Em açordas, migas ou ensopado.

Em fatias douradas ou em bolemas, o pão alentejano é entrada, refeição e sobremesa mas também petisco para qualquer hora.

Sabor genuíno que o povo tornou pão para toda a obra.

Deve ser comido sem pressa, como tudo por estas terras onde, havendo pão, ninguém passa fome…”

ALVITO… onde a felicidade é fruto da terra (terra – trigo – farinha –pão…)

Comentários recentes

  • Anónimo

    Dra, tendo em conta que temos 21 deputados europeu...

  • Ana Matos Pires

    Tranquilizar os demais é o meu nome do meio. Mande...

  • Anónimo

    A iniciativa do movimento é meritória mas inócua e...

  • Anónimo

    Obrigado pela sua douta opinião! Ainda bem que há ...

  • Anónimo

    Mas quem é que verdadeiramente pode dizer que conh...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds