Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Câmara de Évora celebra o Dia Nacional da Água

Zé LG, 30.09.11

A Câmara Municipal de Évora, em parceria com a Águas do Centro Alentejo, assinala o Dia Nacional da Água, no dia 1 de Outubro, com um convite aberto a toda a população: a visita guiada à Unidade Museológica da Água (Central Elevatória de Águas) e à Estação de Tratamento de Águas (ETA) do Monte Novo
A visita é composta por dois itinerários: o primeiro, de curta duração, na Unidade Museológica da Água (Rua do Menino Jesus), dá a conhecer à população a antiga Central Elevatória de Água e o abastecimento de água no concelho ao longo do tempo; o segundo itinerário, mais longo, inclui uma visita à Estação de Tratamento de Águas (ETA) do Monte Novo, a qual abastece o município e que está sob a exploração da empresa Águas do Centro Alentejo.

“Gestão Sustentada e Sucesso Empresarial” de Nabeiro reflectida em livro

Zé LG, 30.09.11

A apresentação do livro “Gestão Sustentada e Sucesso Empresarial”, dedicado ao Grupo Nabeiro – Delta Cafés, no âmbito das comemorações dos seus 50 anos e do aniversário do comendador Rui Nabeiro, teve lugar ontem em Lisboa.

Este grupo empresarial, que tem merecido o reconhecimento do País pela sua política de responsabilidade social, inovação e contributo para o desenvolvimento regional, mereceu a reflexão de 24 professores universitários e 20 gestores de topo de empresas e associações empresariais

Marvão une-se a Badajoz para celebrar a Al-Mossassa

Zé LG, 30.09.11

O Município de Marvão organiza novamente o Al-Mossassa – Festival Islâmico, que irá decorrer na Vila de Marvão entre 1 e 5 de Outubro. O evento, que se realiza igualmente em Badajoz, pretende comemorar a festa da fundação destas duas localidades que partilham o mesmo progenitor Ibn-Marúan, cognominado ibn al-Yil"liqui "filho do Galego". Durante cinco dias de Outubro a Vila de Marvão recua no tempo para recordar as suas origens árabes e homenagear o seu fundador.
O “Mercado das 3 Culturas” constitui-se como o palco do evento em que coabitam os legados islâmico, judaico e cristão, conta com cerca de 80 pontos de venda e uma vasta área ao ambiente da época.
Ver PROGRAMA.

Pescadores do CAPBA vão integrar a selecção nacional de Pesca Desportiva

Zé LG, 30.09.11

Três atletas do Clube Amadores de Pesca do Baixo Alentejo (CAPBA) – “Ivo Figueira, Luís Nuno Fernandes e António Nunes, (que) conquistaram o seu lugar na selecção portuguesa, por mérito, depois de terem disputado seis provas no Campeonato Nacional” -, vão representar Portugal, em 2012, no Campeonato do Mundo, no Campeonato do Mundo, que se realizará na Eslovénia.

A verdade de hoje não será a de amanhã

Zé LG, 29.09.11

Passos Coelho necessita de organizar os seus discursos com os seus ministros e secretários de Estado. Primeiro, disse na Assembleia da República que antes das eleições na Madeira se conheceria o plano de austeridade. A data: fim de Setembro. Em seguida, Miguel Relvas, o homem da máquina do PSD, veio dizer que nem pensar, que não havia tempo. Hoje, Passos veio dizer que falou demais ou alguém lhe mandou desdizer o que tinha dito. Há dias, Carlos Moedas, secretário de Estado adjunto de Passos, admitia à TSF que o défice em 2012 seria de menos 2,5%. Passos disse hoje que não chegava, ficava três ou dois pontinhos abaixo. Organizem-se. Em qualquer outro governo, noutro momento e noutro político seria totalmente descomposto. Mais vale cair em graça que ser engraçado.

Postado por rafael rodrigues às 23:2, no seu Rente à Relva

Anunciados cortes nas comparticipações a instituições exigem melhores esclarecimentos da Câmara de Beja

Zé LG, 29.09.11

Jorge Pulido Valente diz que o Município de Beja não tem capacidade financeira para aguentar com os compromissos com a Assembleia Distrital, AMBAAL, CEBAL, Conservatório Regional, Resialentejo e Amalga e adiantou que, no próximo orçamento, a Câmara vai ”cortar cerca de 30% daquilo que é a sua comparticipação” em instituições.

 

Parece não restarem dúvidas de que é necessário cortar nas despesas para equilibrar os orçamentos municipais. E é importante que os autarcas o façam quanto antes, de forma a evitar o que se passou na Madeira e nalgumas autarquias.

A questão que se coloca é a de saber que despesas cortar de forma a afectar menos as populações, os serviços que lhes são prestados, o desenvolvimento e a democracia. E para que tal aconteça é necessário tomar medidas com critério e, desejavelmente, com a maior participação possível nelas.

Os casos referidos pelo presidente da Câmara de Beja levantam-me algumas dúvidas, quer porque podem por em causa o futuro de instituições que envolvem outros municípios e entidades, quer porque algumas dessas instituições desempenham funções que nelas foram delegadas pela autarquia. Será que, neste caso, a Câmara de Beja vai deixar de cumprir as suas competências próprias, como seja o tratamento de resíduos sólidos urbanos?

“Peregrinações, Turismo Sustentável e Desenvolvimento Regional”

Zé LG, 29.09.11

A cidade de Sines recebe, no dia 30 de Setembro,no auditório da Administração do Porto de Sines (APS), o Seminário Internacional Ultreia, consagrado à temática do cruzamento entre Peregrinações, Turismo Sustentável e Desenvolvimento Regional. O evento inclui ainda uma visita ao centro histórico de Sines, Castelo e Museu.

Consulte o programa completo aqui.

Beja suspeita da poluição de Alvito

Zé LG, 28.09.11

A Câmara Municipal de Beja solicitou à CCDRA que intervenha no sentido de detectar a origem do intenso cheiro a azeite ou derivado, que poderá ter origem na fábrica da UCASUL, em Alvito. Aníbal Martins, gerente da UCASUL, diz não acreditar" que seja a unidade a "libertar" os cheiros, acrescentando que a região sofreu “uma grande massificação de unidades produtivas no sector”.

 

Bem podia aproveitar a oportunidade para também solicitar “que sejam tomadas as medidas tendentes à eliminação” do mau cheiro “libertado” pelo Matadouro...

Cristas visita hoje a região de Alqueva

Zé LG, 28.09.11

Assunção Cristas, ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território visita hoje, a região de Alqueva, deslocando-se a Montes Velhos/S. João de Negrilhos, no concelho de Aljustrel, para visitar a Associação de Beneficiários do Roxo e participar numa iniciativa comercial de um conjunto de agricultores da região, e a Selmes, no concelho de Vidigueira, para visitar um campo de milho e fazer a observação de projectos com várias valências, para “observar o potencial produtivo da região de Alqueva”.

 

Depois da visita da Comissão Parlamentar de Agricultura, presidida pelo PSD, segue-se a visita da ministra da Agricultura, do CDS. É a marcação cerrada entre os parceiros (?) da coligação governamental na procura do apoio dos agricultores / lavradores alentejanos… Espera-se que esta disputa não prejudique a Região.

Governo dá parecer "favorável condicionado" à melhoria das condições de navegabilidade do rio Guadiana

Zé LG, 28.09.11

A Secretaria de Estado do Ambiente e do Ordenamento do Território emitiu parecer "favorável condicionado" ao projecto de melhoria das condições de navegabilidade do rio Guadiana entre a foz e o Pomarão, que pretende estabelecer um canal navegável entre a ponte internacional da A22 e a povoação de Pomarão, abrangendo os concelhos de Vila Real de Santo António, Castro Marim, Alcoutim e Mértola, além de território espanhol, e potenciar a interacção com outras actividades terrestres, contribuindo para proporcionar à população percursos turísticos com interesse cultural e ambiental.

O Ministério do Ambiente, Agricultura, Mar e Ordenamento do Território refere ainda que o projecto será ainda submetido a Avaliação de Impacte Ambiental, já que o regime espanhol prevê este procedimento numa fase posterior, em sede de projecto de execução.

Dívidas de municípios colocam “em perigo” salários dos funcionários da AD / Museu de Beja

Zé LG, 28.09.11

O pagamento dos salários deste mês aos 15 funcionários da Assembleia Distrital de Beja está “em perigo” devido às dívidas de municípios, sobretudo do de Beja.
“O município de Beja é o maior contribuinte para o orçamento da assembleia e este ano ainda só pagou uma comparticipação”, a de “janeiro”, devendo um total de “128 mil euros”, disse António Sebastião, presidente da instituição.
A situação financeira da Assembleia Distrital está “brutalmente degradada” e, “se Beja não pagar qualquer contribuição este mês”, os salários de setembro dos funcionários, 13 do Museu Regional de Beja, gerido pela instituição, e dois administrativos da assembleia, estão “em perigo de não ser pagos”, alertou.

ALVITO ASSINALOU ONTEM DIA MUNDIAL DO TURISMO

Zé LG, 28.09.11

 

Os principais edifícios religiosos do concelho estiveram abertos ao público e os visitantes do Posto de Turismo foram agraciados com uma lembrança sob a forma de pão alentejano!

“Só ou acompanhado.

Em açordas, migas ou ensopado.

Em fatias douradas ou em bolemas, o pão alentejano é entrada, refeição e sobremesa mas também petisco para qualquer hora.

Sabor genuíno que o povo tornou pão para toda a obra.

Deve ser comido sem pressa, como tudo por estas terras onde, havendo pão, ninguém passa fome…”

ALVITO… onde a felicidade é fruto da terra (terra – trigo – farinha –pão…)

Ao passar à Vidigueira… traga versos no coração…

Zé LG, 27.09.11

O CONCELHO…

É um lugar ao sul e ao sol. 

Envolvida num berço de vinhos, aqui fixou Fialho D'Almeida as fronteiras de “O País das Uvas”. 

É a Vidigueira. Até tão longe quanto a memória pode ir, nestes campos fartos e generosos, riscaram comunidades milenares o rasto da sua passagem. Só uma terra assim podia premiar o maior feito do Renascimento português: a abertura do caminho marítimo para a Índia, por Vasco da Gama, em 1498. O Almirante foi feito conde da Vidigueira e, ainda hoje, a vila conta o passar do tempo com um sino que tem gravadas as armas do navegador.

São terras ricas, mas nada valiam sem as suas gentes. São elas que a enriquecem, sem que muitas vezes enriqueçam. 

Por aqui trata-se o vinho por tu. 

Os homens falam do ”vinho do trabalho”.   É quase uma celebração pagã esta relação do povo da vidigueira com o néctar perfumado das uvas. É a mãe de todas as festas. Em cada copo de vinho há fragmentos de sol alentejano e a mágica sacralídade que liga o homem ao seu chão. Em cada bago de uva há um beijo de mulher com a lua nos lábios. É o prémio por tanto suor.

Vidigueira, Terras de Pão, Gentes de Paz.   

Pedro Ferro

 

Consulte o Folheto

Mais uma iniciativa anulada por falta de apoio da Câmara de Beja...

Zé LG, 27.09.11

A BITIJ – Bienal Internacional de Teatro para a Infância e Juventude deste ano foi anulada. O grupo Jodicus, responsável por esta realização, explicou que “não se faz a iniciativa este ano, porque a Câmara de Beja não conseguiu garantir, atempadamente, o subsídio de 5.000 euros”.
Miguel Góis, vereador da autarquia bejense, disse lamentar a situação e explicou que o “Município não conseguiu responder, por questões de tesouraria”.

 

São conhecidas as dificuldades das autarquias em geral e da Câmara Municipal de Beja em particular. Não é de admirar, por isso, que a Autarquia Bejense não consiga apoiar todas as iniciativas, como fazia anteriormente. Por isso também, as opções têm de ser mais criteriosas e selectivas e as que são feitas definem o rumo que o Executivo Camarário pretende para o concelho. Será que o que está a dar é o mais correcto e o que melhor serve os interesses do concelho e das suas populações?

Pág. 1/7