Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Alentejo das Gastronomias Mediterrânicas” e “Beja Brava”, juntam-se este ano, a Vinipax, Olivipax e Beja Gourmet

A próxima edição da Vinipax, Olivipax e Beja Gourmet, este ano, realiza-se de 7 a 9 de Outubro.

O Festival “Alentejo das Gastronomias Mediterrânicas”, uma iniciativa da Turismo do Alentejo com o apoio do Turismo de Portugal e da Câmara Municipal de Beja, é uma das grandes novidades. O Festival tem como propósito valorizar a gastronomia, os produtos tradicionais, a cozinha e a cultura mediterrânicas, com destaque para o Alentejo.
Outra novidade prende-se com a organização, de 5 a 9 de Outubro, da Semana Taurina “Beja Brava”. A Beja Gourmet vai apresentar este ano uma “Edição Tapas”.

“Ponderação e bom senso” na ULSBA recomenda Munhoz Frade

“Debater publicamente, educadamente e com elevação, nada tem de diabólico. Anatemizar quem tem iniciativas de o fazer indicia receios suspeitos, para além de ser uma prática antidemocrática. A Constituição da República garante os mesmos direitos, a mesma liberdade, a todos os portugueses. Temos de praticar mais a cultura democrática, aceitando as críticas como oportunidades de analisar os problemas e pensar melhor como resolvê-los, colhendo a colaboração de todos os interessados”.

Retomando estas palavras, inseridas num comentário que fiz num blogue “da nossa praça”, venho solicitar ao “Diário do Alentejo” que me permita fazer um apelo à ponderação e bom senso. É do domínio público que a partir da publicação, em jornal semanário, de dois artigos da autoria de administradoras hospitalares a exercer na Ulsba, têm vindo a desenvolver-se intensas reações por parte da administração dessa entidade pública.

Mais uma vez, movido pelo imperativo ético, considero necessário e imprescindível vir publicamente expressar que entendo que, do ponto de vista objetivo, os referidos artigos – tal como visavam os que eu próprio recentemente nestas páginas assinei – deveriam ter sido serenamente enquadrados na metodologia de envolvimento dos profissionais da respetiva instituição. Apela-se assim a uma atitude de responsável ponderação, visando a melhoria de um bem comum, a que temos obrigação de acrescentar valor social.

In Correio do Leitor do Diário do Alentejo desta semana.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

  • Quim

    Foi a conclusão que EU tirei. Mas não fui o unico....

  • Anónimo

    voto em branco

  • Anónimo

    voto em branco

  • Anónimo

    Por falar em Grândola... foi esta semana notícia u...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds