Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“A reforma do Poder Local – uma imposição antidemocrática.”

Zé LG, 20.07.11

Com este título, publicou José Filipe Murteira, no seu Notas à Esquerda, um interessante e oportuno texto, de que aqui publico este trecho:

 

"Fundir ou extinguir autarquias locais apenas por decreto, é estar a ignorar a importância que, ao longo da nossa História, estas entidades tiveram. Com a sua génese medieval, reformados no século XIX, os municípios  (e, mais tarde, as freguesias) atravessaram a República e o Estado Novo, tornando-se, com o advento da Democracia, numa das grandes conquistas do 25 de Abril. Não só pelo facto dos seus órgãos passarem a ser eleitos democraticamente mas, sobretudo, pelo importante contributo que deram para o desenvolvimento local e para a diminuição das assimetrias regionais que, há 37 anos, eram muito superiores às que ainda hoje se mantêm. Parece coisa muito distante, mas o abastecimento de água ou o saneamento básico, as bibliotecas ou as piscinas, entre outros, são progressos que contribuíram para a melhoria das condições de vida das populações das nossas aldeias, vilas e cidades.

Por outro lado, quando se fala em despesismo no Estado, decerto não serão as pequenas e médias autarquias do interior, as suas principais responsáveis, mas antes os mega investimentos mal planeados, como os Estádios do Euro 2004, as SCUT e outras PPP, já para não falar nos elevados deficits das grandes empresas públicas."

“Um Dia Com... Teresa Crespo”

Zé LG, 20.07.11

Amanhã, às 12h00, no Auditório da Escola Superior Agrária de Beja, o CEBAL organiza mais “Um Dia Com...” tendo como convidada Teresa Crespo, Investigadora Principal, responsável pelo Laboratório de Microbiologia do Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (IBET), que proferirá uma palestra intitulada “Enterococcus e a controvérsia sobre segurança alimentar”, em que serão abordadas questões relacionadas com a patogenicidade e resistência dos Enterococcus e o seu papel na Segurança Alimentar.

Câmara de Sines contra alteração dos produtos turísticos estratégicos do Alentejo Litoral

Zé LG, 20.07.11

A Câmara Municipal de Sines aprovou, no dia 2 de Junho, por unanimidade, um parecer sobre a revisão do PENT - Plano Estratégico Nacional de Turismo, onde se manifesta “veementemente contra a alteração da estratégia para o turismo do Alentejo Litoral”, que ignora “as potencialidades e necessidades do município de Sines e outros”.
O principal motivo da oposição da autarquia de Sines é a mudança das prioridades para o Pólo de Desenvolvimento Turístico do Litoral Alentejano, que passam a ser os produtos Resorts Integrados, Turismo Residencial e Golfe, excluindo os produtos Touring Paisagístico e Cultural e Sol e Mar, constantes no PENT (2007) e tomados como referência para o PROTA, instrumento de desenvolvimento regional que fornece as orientações estratégicas para os planos directores municipais e para outros planos de ordenamento do território dos concelhos da região.
Veja o resto desta tomada de posição aqui.