Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A propósito de um Boletim que vi há pouco

Não é novo mas nem por isso deixa de ser "interessante" a opinião que tem quem exerce (ou apoia) o poder  da que quem é oposição (ou que não é apoiante) desse poder, principalmente quando os protagonistas (e seus apoiantes) mudam de campo.

É "curioso" ver como tudo "muda". Para os primeiros tudo o que é da sua responsabilidade passa a ser cor-de-rosa e o que vem de trás mau e justifica o que não pode ser feito ou é mal feito. Para os outros é mais ou menos o contrário.

A execução de pojectos que vêm de trás é apresentada como se não existissem antecedentes e o futuro projectado é apresentado como já realizado. Não é, por isso, de estranhar que enquanto uns já vêem a mudança a acontecer os outros entendam que se não fosse o que lhes deixaram pouco fariam.

“Cada vez mais é importante discutir abertamente o que a todos diz respeito”

"Se a realidade que é preciso conhecer for assim tão isenta de falta de transparência, tão louvável no desempenho de uma óptima gestão, tão fiável nas certificações das contas e também na humanização e nos serviços prestados, então seria importante que a Administração da ULSBA fosse capaz de entrar numa nova época em que as criticas públicas são desejáveis, e não interpretadas como um pôr em causa valores hierárquicos e o código de ética da Administração Pública. Cada vez mais é importante discutir abertamente o que a todos diz respeito, pois vivemos numa época em que a transparência de que tudo o que se passa no Estado é desejável e louvável embora o medo de represálias de processos disciplinares e não renovação de contractos ainda possa fazer com que se hesite na critica das instituições, dos lideres e dos seus adjuntos ... Bem haja a quem tem a coragem de pôr em causa os valores estabelecidos por acreditar que é importante viver numa realidade mais actual onde o interesse publico é discutido de forma integra por todos e em todos os meios disponíveis ..."

Comentário de Margarida deixado aqui, a 15 de Julho de 2011 às 17:00.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds