Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Festival Terras sem Sombra 2011” chega ao fim em apoteose em Beja

A Praça da República – a «Praça Grande» de Beja, traçada no tempo em que D. Manuel ainda era duque desta cidade – acolhe, no sábado, 9 de Julho, o concerto de encerramento do Festival Terras sem Sombra 2011, tendo como enquadramento a igreja da Misericórdia, uma obra-prima do Renascimento português. Promovida pelo Departamento do Património da Diocese de Beja, pelo município bejense e pela entidade regional de Turismo do Alentejo, a iniciativa realiza-se às 22:00 horas e é de acesso livre.

Intitulado «En Plein Air», o espectáculo traz ao Alentejo o famoso maestro e compositor italiano Marcello Panni para dirigir um programa pouco comum: a estreia, em Portugal e Espanha, da sua «Missa Brevis» do próprio Panni, uma referência essencial da música contemporânea; e a célebre «Symphonie funèbre et triomphale», de Hector Berlioz, ho

menagem aos mártires da Revolução de 1830. Música sacra e música cívica andam, assim, lado a lado, sem contradições, numa atmosfera de abertura, como é timbre do Terras sem Sombra.
A presença do tenor Carlos Guilherme, voz maior do panorama operático internacional, da Banda Sinfónica da GNR, conhecida pela sua excelência artística, e do Coro Infantil do Instituto Gregoriano de Lisboa, um dos melhores do País, fazem deste concerto a apoteose adequada a um festival que tem ajudado a relançar a música erudita fora dos grandes centros. Uma opção com bons resultados, a julgar tanto pela adesão entusiástica do público como pelo bom acolhimento da crítica da especialidade.

"Cultura está Viva e manifesta-se na Rua" em Évora

… “na Praça do Giraldo reúne-se mais uma Assembleia da "Cultura está Viva e manifesta-se na Rua" que, desde 2ª feira se tem encontrado em várias Praças da Cidade. A ideia é debater as questões relacionadas com a prática cultural na cidade e aprofundar o debate entre agentes e público.”

 

Esta história, bem bonita, que está a desenrolar-se em Évora deve-se a esta magnífica e irrecusável proposta apresentada pelo meu amigo Carlos Júlio, que não se ficou pela proposta e continua a animar, como tanto gosta de fazer, o debate e a iniciativa.

Orçamento Participativo de Odemira “superou todas as expectativas”

 

No ano de lançamento, o Orçamento Participativo de Odemira “superou todas as expectativas, tendo sido apresentadas cerca de 60 propostas pela população local, através do site ou nas seis Assembleias Participativas”, anuncia a Câmara. As propostas seleccionadas, depois de analisadas, serão colocadas a votação durante o mês de Outubro. As vencedoras serão incluídas no Orçamento Municipal de 2012.
Os projectos apresentados pelos munícipes terão destinados 500 mil euros no orçamento municipal do próximo ano.

 

É um processo complexo e difícil de implementar, mas que vale a pena porque se trata de um contributo importante para o aperfeiçoamento da Democracia e o fomento da Cidadania.

 

Carne de porco de raça alentejana mais saudável que a dos outros animais

A carne de porco de raça alentejana, considerada única no mundo, possui uma gordura pouco saturada e é rica em ácido oleico, sendo mais saudável do que as carnes de outros animais, defende José Tirapicos Nunes, professor da Universidade de Évora.

 

Plano de Pormenor da Cavandela em discussão pública

Encontra-se em período de discussão pública desde o dia 22 de Junho, o Plano de Pormenor da Cavandela, que vai ser submetido à apreciação da Assembleia Municipal de Castro Verde, em sessão extraordinária de Agosto, antecedida de uma reunião do Conselho de Opinião criado na primeira fase deste projecto, em data a anunciar brevemente.
A proposta do Plano, o respectivo Relatório Ambiental, a Acta da Conferencia de Serviços e demais pareceres emitidos durante a fase de acompanhamento podem ser consultados no site da autarquia, em Ordenamento do Território» Planos de Pormenor» Plano de Pormenor de Cavandela, ou no Gabinete de Apoio ao Presidente, no Edifício dos Paços do Conselho, durante os dias úteis, entre as 09h00 e as 17h30.


Adivinhem quem é que vai apresentar um "montão" de propostas e contestar o Plano? Ou será que como se costuma-se dizer: "Cada "Cavandela" minhoca"?...

Comentários recentes

  • Anónimo

    A ilegalidade foi resolvida...da noite prp dia...a...

  • Anónimo

    o homem tirou um MBA no Politecnico de Santarem !!...

  • Anónimo

    Mas um secretário de estado é engenheiro de Evora ...

  • João Espinho

    @Anónimo 23.10.2019 14:07 - não diga uma coisa de...

  • Anónimo

    em meia duzia de frases retrata fielmente o consul...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds