Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"Ocupar a Praça - a Plataforma pela Cultura manifesta-se na rua"

Este é o “tema geral” de uma acção que Carlos Júlio propôs “aos vários grupos da Plataforma pela Cultura em Évora fazerem, entre todos e entre quem quisesse, um calendário de actuações artísticas, diárias (imaginemos; 1 hora por dia, entre as 19 ou as 20 horas, ou entre as 22 e as 23 horas, durante todo o mês de Julho, na Praça do Sertório), envolvendo num dia música, no outro dança, no outro teatro de rua, no outro conversas com gente da cultura, pintura, passagem de filmes, mostras de fotografias, contos, etc., convocando a população a assistir“.

 

Vamos ver o que dá esta proposta, que, pelo menos, já teve o mérito de provocar uma di8scussão interessante aqui, no A Cinco Tons.

Comentários recentes

  • Ana Matos Pires

    Regional de Saúde Mental do Alentejo? Não há.

  • Anónimo

    Planos? Há muitos!

  • Ana Matos Pires

    É pá, como é que nunca nos tinha ocorrido isso? Ob...

  • Anónimo

    Ja viram a capa do Correio do Alentejo desta seman...

  • Anónimo

    o Cocas tambem tem direito á vida.Ficam as restant...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds