Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Os "dez mandamentos" do acordo PSD - CDS

 

No acordo político hoje assinado por Passos Coelho e Paulo Portas são definidos os 10 principais objectivos do governo de coligação.

1) Gerir e resolver a grave situação financeira, assumindo os custos e as condicionantes inerentes. ....
2) Criar condições para acelerar a retoma do crescimento económico e a geração de emprego, com vista à melhoria das condições de vida dos cidadãos, …

3) Garantir o Estado Social através da criação de condições para a sua sustentabilidade económica, financeira e inter-geracional, evitando a exclusão social, assegurando uma mais justa repartição dos sacrifícios, …
4) Iniciar as transformações estruturais necessárias para um crescimento sustentável a todos os níveis: …
5) Abrir um novo horizonte de futuro à juventude, …
6) Aumentar a poupança, reduzir o endividamento externo, exportar mais e melhor e depender menos das importações, …

7) Remover bloqueios e constrangimentos à recuperação económica, …
8) Reformar a justiça, …
9) Promover o desenvolvimento humano e social, qualificando os portugueses para a era da globalização onde o conhecimento terá uma importância acrescida. …

10) Garantir a condição primeira do exercício da liberdade, que é a segurança dos cidadãos, nomeadamente através do reforço da motivação das forças de segurança e da sua eficácia operacional.

 

Leia aqui, na íntegra, o acordo do PSD e CDS/PP, para ter sempre presente e verificar até que ponto este governo é mais cumpridor do que os seus antecessores.

Para que conste, o PSD e o CDS asseguram uma “mais justa repartição dos sacrifícios” mas nem dizem uma palavra sobre a tão necessária “mais justa repartição da riqueza”.

Vítor Encarnação venceu Prémio Casa do Alentejo 2011 - Concurso do Conto

 

Vítor Encarnação, poeta e escritor alentejano, ganhou o Prémio Casa do Alentejo 2011 - Concurso de Conto, cuja entrega decorreu na passada sexta-feira, 10, em Lisboa por ocasião do 88º aniversário daquela agremiação.
Encarnação garantiu o prémio com o conto “Suão”, que relata a história de um homem que, na década de 60, farto de opressão e miséria, vai trabalhar para os subúrbios de Lisboa à procura de uma vida melhor e por lá fica. Entretanto reformado, o homem quer mostrar ao neto, rapaz urbano e moderno, a essência do Alentejo. E decidem vir os dois, uma vez em cada estação do ano, descobrir e redescobrir as suas raízes.

Fome no Alentejo

João Dias Coelho, da Direcção Regional do Alentejo do PCP, afirma que no Alentejo, “a par do crescimento do desemprego, crescem pólos de fome e miséria”.

 

Tendo em conta diversos indicadores apresentados por instituições de solidariedade social, esta afirmação do PCP confirma a gravidade da situação social no Alentejo e a necessidade de serem tomadas medidas que a combatam e assegurem condições de dignidade a todas as pessoas.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Avisa-se a todos aqueles que diziam, dizem e escre...

  • Anónimo

    PARABENS PAULO ARSENIO , novo Elefante Branco no P...

  • Anónimo

    Não há um tipo desse grupo de inteligentes que até...

  • Anónimo

    De facto, já alguém questionou o conhecimento que ...

  • Ana Matos Pires

    Reaças são os gajos, e sonsos comó caraças.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds