Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Bloco de Esquerda assinala Dia Mundial da Criança de forma inédita no Alentejo

Comemora-se hoje o Dia Mundial da Criança. Para o assinalar o Bloco de Esquerda, numa iniciativa inédita, junta todos os seus candidatos

às próximas eleições pelo Alentejo (círculos de Beja, Évora e Portalegre) e convoca os jornalistas para uma conferência de imprensa esta tarde (15 horas) junto à escola EB1 de Guadalupe (Évora), recentemente encerrada. Segundo o BE, "para as crianças alentejanas a realidade é o encerramento de escolas e as viagens de autocarro para aldeias ou lugares que não conhecem. A desertificação começa aqui: retirar uma criança à sua aldeia natal é sugerir-lhe que a abandone de vez na idade adulta. As nossas crianças não estão a ser ensinadas a amar o lugar onde nasceram".


Copiado do A Cinco Tons.

Condicionamento e libertação

Existe em todos nós uma certa tendência para condicionar os outros para que sejam e actuem como nós, ou melhor, à imagem que temos de nós mesmos.

Nem todos nem sempre temos consciência disso, como isso é perigoso, porque conduz à normalização, à unicidade, ao abismo.

Em vez disso, devemos procurar ajudar os outros e a nós mesmos a libertar-nos e a libertar o que de melhor temos dentro de nós para dar aos outros e à sociedade em geral, porque só, com respeito e na pluralidade de ideias e ideais, de sentimentos e afectos, de ambições e desejos, de capacidades e intervenções somos capazes de contribuir para o nosso enriquecimento pessoal, dos outros e da sociedade em geral.

 

Esta campanha eleitoral mostra-nos que a generalidade dos partidos e dos seus líderes não entendem isto. Por isso insistem em condicionar a liberdade de escolha e contribuir para um empobrecimento, ainda maior, na nossa sociedade. Depois desta campanha eleitoral, ficaremos, também por isso, com mais dificuldades de enfrentar a crise para que nos atiraram.

Comentários recentes

  • Anónimo

    ????????????????????

  • Anónimo

    Ninguém comenta a capa verde?

  • Anónimo

    Obrigado caro amigo. Um grande abraço. Ricardo (Se...

  • Ana Matos Pires

    Sim, vai seguir mail e o jornal fará o que entende...

  • Anónimo

    Dra,, esse reparo devia ser enviado directamente a...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds