Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“vira o disco e toca o mesmo”

O primeiro-ministro anunciou hoje que o Governo vai adoptar, apenas este ano, "uma contribuição especial para o ajustamento orçamental” em sede de IRS equivalente a 50% do subsídio de Natal acima do salário mínimo nacional".

No discurso de abertura do debate do Programa do Governo, na Assembleia da República, Pedro Passos Coelho justificou esta medida de "carácter extraordinário" com a necessidade de cumprir os objetivos de consolidação das contas públicas.

 

Como disse Heloísa Apolónia, deputada do Partido Ecologista Os Verdes, “vira o disco e toca o mesmo”, salientando que logo na sua primeira intervenção na AR o primeiro-ministro anunciou mais uma medida penalizadora de quem trabalha.

É nisto que se transformou a alternância democrática – mudam os actores mas o filme continua o mesmo. E infelizmente este filme é uma tragédia para um número cada vez maior de portugueses…

Câmara de Beja ficou mais perto d' "a minha rua"

 

À semelhança de outras autarquias, também a Câmara Municipal de Beja aderiu ao projecto “A Minha Rua”, no âmbito do Programa do Simplex Autárquico, que se apresenta como uma ferramenta interactiva de enorme utilidade pública, que permite ao cidadão reportar as mais variadas ocorrências que vai observando na sua cidade, bairro ou rua (desde iluminação, jardins, passeios, sinalética, veículos abandonados, recolha de lixo, entre outras situações), de forma simples, cómoda e sem quaisquer custos.

Com este projecto, a Câmara Municipal de Beja pretende estar mais próxima dos munícipes e em cooperação com os mesmos, assumir um papel mais activo e participativo na resolução dos problemas locais e, assim, contribuir, para uma melhoria da qualidade de vida de todos, dando deste modo maior espaço de participação pública e mais voz a Beja e aos seus Munícipes.

Esta ferramenta encontra-se disponível no Portal do Município ( www.cm-beja.pt) ou ainda no portal do cidadão (www.portaldocidadao.pt/portal/aminharua/).

“Um Dia Com... Jorge Saraiva”

Hoje, às 14h00, no Auditório da Escola Superior Agrária de Beja, o CEBAL organiza mais uma secção da iniciativa “Um Dia Com...” tendo como convidado Jorge Saraiva, Investigador Auxiliar do Departamento de Química da Universidade de Aveiro, que proferirá a palestra intitulada Alta pressão para pasteurização atérmica e novos processos de esterilização de alimentos e aplicações biotecnológicas”, em que será apresentado o state-of-art das aplicações desta tecnologia, bem como das potenciais futuras aplicações nas Indústrias Alimentar e de Biotecnologia.

Construção do Edifício Sustentável obriga a mudança de serviços de serviços da Câmara de Beja

Os serviços que transitam para a Escola nº2 na Rua de Angola nº5, junto ao Bairro Alemão são o Balcão Único e Tesouraria, Divisão de Planeamento e Ordenamento (técnicos, fiscalização, gabinete de licenciamento), Divisão de Obras por Empreitada, Gabinete de Gestão da Mobilidade, Serviço Municipal de Protecção Civil, Divisão de Serviços Urbanos, Divisão de Zonas Verdes e Gabinete de Desenvolvimento Social.

Informamos ainda que nos dias 4 e 5 de Julho estes serviços se encontram encerrados ao público reabrindo dia 6 de Julho nas novas instalações provisórias na Rua de Angola nº 5.

Agora é só confrontar o que disseram na campanha eleitoral com o que pretendem fazer

O XIX Governo Constitucional (PSD – CDS) apresentou o seu programa para a legislatura, em que afirma que: A principal preocupação do Governo traduz-se em assegurar a total consonância do seu programa com as aspirações e as necessidades dos Portugueses no momento difícil que atravessamos.

"Este programa confirma a submissão deste Governo ao memorando que foi assinado com a 'troika' da União Europeia e do FMI, aliás também pelo PS, para além dos dois partidos que compõem a coligação de Governo", afirmou Bernardino Soares, presidente do Grupo Parlamentar do PCP, sublinhando que "consegue ainda apresentar novas medidas negativas que não estavam nesse acordo".

"A igualdade na distribuição desses sacrifícios é de facto uma ilusão que PSD e CDS criaram durante a campanha eleitoral", afirmou João Semedo, deputado do BE, sublinhando que "os portugueses vão ganhar menos, vão pagar mais impostos, vão ter piores serviços públicos e vão pagar, ainda por cima, mais por esses serviços públicos".

Em declarações aos jornalistas, Maria de Belém, presidente interina do Grupo Parlamentar do PS, referiu que o PS "está ainda a analisar o Programa do Governo", razão pela qual "não é o momento para fazer considerações e apreciações" sobre o documento.

III Recriação Histórica do Torrão

Feira quinhentista, desfile histórico, dramatizações, menus históricos nos restaurantes da vila, música e dança de época, animação de rua e muito mais. Uma verdadeira viagem ao tempo de Bernardim Ribeiro, o escritor quinhentista nascido no Torrão. É isto que é proposto a quem visitar a III Recriação Histórica que decorre naquela vila do concelho de Alcácer do Sal entre 1 e 3 de Julho.

 

Consulte aqui o programa do evento

Obtenha aqui a ficha de inscrição na Recriação Histórica

Nova secretária de Estado do Ensino Básico e Secundário é professora da UE

Isabel Maria Santos Silva é professora auxiliar no departamento de Psicologia da Universidade de Évora, sendo doutorada em Psicologia, pela UE, sobre os processos cognitivos e conhecimentos envolvidos nas etapas iniciais da aprendizagem da leitura. Desde 2009, a nova secretária de Estado do Ensino Básico e Secundário integra o grupo de trabalho responsável pelo estudo psicolinguístico para “Estabelecimento de níveis de referência na aprendizagem da leitura e da escrita do 1.º ao 6.º ano de escolaridade”, realizado no âmbito do programa de acompanhamento e de monitorização do Plano Nacional de Leitura.

Copiado daqui.

Afinal atraso das Piscinas Municipais de Beja é da culpa do Executivo da CDU (afastado em 2009)…

As piscinas descobertas de Beja deverão abrir ao público entre 1 e 3 de Julho. Vereador Miguel Góis aponta, entre outros, "problemas relacionados com as obras feitas pelo Executivo anterior", para o atraso verificado. Miguel Ramalho, do Executivo anterior e vereador da oposição, diz que não “passam de desculpas, para justificar a incompetência”.

Uma autêntica vergonha, a proposta para a reformulação da rede ferroviária nacional!

 

Basicamente, relata a proposta que o Governo Sócrates fez à troika para a reformulação da rede ferroviária nacional e que se resume nisto: 

"O estudo foi realizado, à revelia da Refer, por uma equipa conjunta do Ministério das Finanças e do Ministério das Obras Públicas e Transportes. E consolida o fim das linhas que até agora estavam encerradas "provisoriamente" à espera de obras de modernização (Corgo, Tâmega, Tua e troços Figueira da Foz-Pampilhosa e Guarda-Covilhã, num total de 192 quilómetros). Inclui também a Linha do Douro, entre Régua e Pocinho (68 quilómetros), a Linha do Leste entre Abrantes e Elvas (130 quilómetros), a Linha do Vouga (96 quilómetros), o ramal de Cáceres (65 quilómetros), a Linha do Alentejo entre Casa Branca e Ourique (116 quilómetros). Esta última deixaria Beja sem comboios, apesar de, neste momento, a CP estar a preparar uma oferta especial desta cidade aos Intercidades de Évora."

"O PÚBLICO apurou que a administração da Refer não subscreve esta visão sobre a ferrovia portuguesa e que tem em cima da mesa um documento de trabalho - ainda não terminado - com uma proposta de cortes mais modesta. Nela se mantém o fecho das linhas já encerradas (com excepção da ligação Guarda-Covilhã) e se estuda o encerramento do ramal de Cáceres (Torres das Vargens-Marvão), a Linha do Vouga apenas entre Albergaria e Águeda (14 quilómetros) e a Linha do Alentejo entre Beja e Ourique (36 quilómetros)."

Uma autêntica vergonha!

Ou muito me engano ou está-se aqui a preparar um verdadeiro caldinho! Era importante o Movimento Beja Merece começar desde já a questionar e pressionar o novo Governo sobre estes tema, porque se foi o próprio PS a fazer esta proposta à troika até que ponto o PSD pretende ou não levá-la adiante.

A notícia pode ser lida aqui: http://www.publico.pt/Local/estudo-entregue-a-troika-propoe-fecho-de-800-km-de-linha-ferrea_1500246

 José Balça

 

Talvez tenha sido por isso que, na sua visita à 28ª Ovibeja, José Sócrates tenha dito que não estava a par da situação...

 

Entretanto, a bancada da CDU apresentou uma moção, aprovada por unanimidade, onde a Assembleia Municipal de Beja “rejeita quaisquer novos cortes nos serviços ferroviários que servem a cidade, o concelho e o distrito de Beja – o que seria um verdadeiro crime de lesa-Alentejo – e, pelo contrário, reafirma a exigência do restabelecimento das ligações directas de e para Lisboa e Algarve”.

Pág. 1/12

Comentários recentes

  • Anónimo

    Que outros agentes desportivos ... e já agora polí...

  • Munhoz Frade

    Exemplar.

  • Anónimo

    O problema, é que por mais considerações ideológic...

  • Anónimo

    “DesilusãoTenho estado, como é meu hábito, atento ...

  • Anónimo

    Ouvi ontem um debate interessante no Expresso das ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds