Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Até sempre Alvito!

 

Dezassete anos depois de ter ido para Alvito, regressei ontem a Beja (Penedo Gordo).

Foi um período muito importante na minha vida, quer em termos políticos e públicos quer pessoais e de amizades.

Não esquecerei a forma como fui recebido e acolhido pela generalidade das pessoas de Alvito e Vila Nova da Baronia, em especial com as que mais privei e designadamente as que fizeram o favor de serem minhas amigas.

Mesmo que esmorecessem (o que não vai acontecer) todas as outras razões para que nunca mais me esqueça deste período e desde concelho - que passou a ser meu a par do de Vidigueira, onde nasci, e do de Beja, onde passei a maior parte da minha vida -, existe uma que me manterá para sempre ligado a este concelho: o meu filho é natural de Alvito.

Aproveito esta oportunidade para envolver todos num grande abraço de reconhecimento e pedir desculpa aos mais próximos por não me ter despedido pessoalmente. Não faltarão ocasiões para o fazer.

Um abraço.

Comentários recentes

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

  • Vitor Paixão

    O seu comentário atesta a minha razão. Atiram para...

  • Ana Matos Pires

    Como dizia o outro "seu grandessíssimo e alternadí...

  • Anónimo

    Perdeu uma boa oportunidade de estar calado porque...

  • Vitor Paixão

    Por vezes dou comigo a pensar se falo, se fico cal...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds