Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Trabalhadores da EDIA “põem as barbas de molho”

Zé LG Zé LG, 31.03.11

 

Os trabalhadores da EDIA anunciaram a reactivação da Comissão de Trabalhadores "após um interregno de seis anos", tendo já eleito os novos dirigentes, propondo-se "ser parte da solução e nunca do problema" e assumindo-se como "parceira na análise e tomada da melhor decisão" para o EFMA e a sua gestão e exploração – "E consequentemente a EDIA, pois não é possível dissociar uma coisa da outra", recusando ser "um grupo de opositores dispostos apenas a reclamar direitos e a fazer reivindicações".

 

O estacionamento da nova escola de alvito

Zé LG Zé LG, 30.03.11

... apresenta este aspecto ainda mesmo antes de ser utilizado. O que acontecerá quando começar a ser utilizado diariamente? É apenas um aspecto pontual da contrução ou a escola apresenta outros "buracos" no seu interior, que não são visíveis por se encontrar ainda encerrada? Esperemos que se trate da primeira situação.

Passos em falso

Zé LG Zé LG, 29.03.11

 

Manuela Ferreira Leite, durante o debate parlamentar sobre o PEC 4, afirmou que o problema não estava neste nem na política do governo PS mas em José Sócrates, em quem não se podia confiar.

Logo após o pedido de demissão do primeiro-ministro, Passos Coelho admitiu a possibilidade de aumentar os impostos, designadamente o IVA, o que sempre contestou.

Agora, o presidente do PSD afirmou que o PEC 4, tal como foi apresentado, é insuficiente, pelo que algumas das suas medidas têm de ser agravadas.

O PSD e o seu líder, na ânsia de chegar ao poder, já se esqueceram que têm primeiro de ganhar as eleições. Já falam como se estivessem no governo, fazendo tudo o que disseram contestar.

Onde está a alternativa tão prometida? Fica cada vez mais claro, para quem ainda alimentava dúvidas, que com o PSD e Passos Coelho teremos mais e pior do mesmo

É caso para se dizer que “mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo” ou, tendo em conta o nome do líder do PSD, que este “tirou um Coelho da cartola” ou que “com Passos destes não há Coelho que ganhe uma corrida” ou, ainda, que o PSD está a “dar Passos em falso”.

 

Pág. 1/13