Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A electrificação da Linha “reposiciona” Beja

Zé LG, 11.02.11

… não só no “todo nacional” como no “todo Ibérico”, explicou Manuel Tão, Investigador da Universidade do Algarve na Área de Economia de Transportes e de Planeamento Regional, que defendeu que “é imperiosa a modernização do caminho-de-ferro para uma região como Beja”, sustentando a electrificação dos 115 quilómetros em falta entre Casa Branca e a Estação de Ourique, que tem um “investimento ridículo”, que não tem “qualquer tipo de expressão” quando comparado com outros investimentos, tratando-se de um investimento “perfeitamente exequível”.

Descoberta em Beja uma das maiores necrópoles do período Islâmico em Portugal

Zé LG, 11.02.11

… nas obras de modernização da Escola Secundária Diogo de Gouveia, tendo já sido encontrados 250 esqueletos, revelou Raquel Santos, a coordenadora dos trabalhos arqueológicos, que decorrem desde Novembro de 2009.

Estes achados vieram confirmar a hipótese avançada pelos arqueólogos Cláudio Torres e Santiago Macias, nos anos 90, quando admitiram a existência de uma necrópole islâmica próximo das muralhas que circundavam e circundam o centro histórico de Beja e que se estenderia para o espaço onde está a escola Diogo de Gouveia.

Alentejano ganhou Prémio Rei de Espanha

Zé LG, 11.02.11

João Francisco Guerreiro, alentejano natural de Castro Verde, jornalista da TSF (e antes da Rádio Castrense), acaba de ganhar o Prémio Rei de Espanha - um dos prémios mais importantes de jornalismo de expressão latina –, na categoria Rádio (no valor de 6 mil euros), com a reportagem "Missão Haiti", onde se relatam os primeiros socorros após o grande terramoto de há um ano atrás.

Patinadoras alentejanas na Europa Cup 2011

Zé LG, 11.02.11

Marta Nunes (Beja) e Andreia Nicolau (Sines) são duas atletas internacionais portuguesas de Patinagem de Velocidade, originárias do Alentejo, com resultados no top 10 em Campeonatos da Europa e diversas competições internacionais, ao serviço do Clube de Patinagem de Beja e da Selecção Nacional.

Além da sua habitual participação em campeonatos nacionais, esta época propuseram-se a um novo desafio ainda mais ambicioso: Europa Cup 2011! Trata-se de uma competição realizada pela primeira vez na Europa, constituída por 10 torneios por todo o velho continente.

 

“Luto pela presença nos Jogos Olímpicos de 2014”

 

Os patins foram sempre o seu mundo e a velocidade é a disciplina que a fascina. Marta Nunes, patinadora bejense, prepara-se na Holanda para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, na Rússia, na modalidade de velocidade no gelo. Mas não esconde a sua enorme dedicação ao Clube de Patinagem de Beja, o emblema que a projectou.

Marta Nunes, 27 anos, é uma atleta alentejana de gabarito internacional. Os seus primeiros passos foram dados no Clube de Patinagem de Beja, cuja camisola vestiu aos oito anos. A sua ascensão tem sido meteórica e os títulos avolumam-se. Natural de Beja, Marta Nunes fixou-se recentemente na Holanda, onde prepara com rigor a presença nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, na modalidade de velocidade no gelo, uma experiência nova que a atleta abraçou da alma e coração. Paralelamente, terminou o mestrado em Ciências do Desporto, com especialização em jogos desportivos colectivos.

Ver entrevista aqui.