Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Embaixada do Alentejo”vai a Lisboa em defesa do comboio

O Movimento de Cidadãos criado no seio da Associação de Defesa do Património de Beja (ADPB) (APDB) reuniu e decidiu as próximas acções a realizar em defesa das ligações de comboio directas a Lisboa, da electrificação da Linha Ferroviária até Beja e da manutenção da circulação até à Funcheira: Agendamento com a Assembleia da Republica da data de entrega da Petição, que pode ser subscrita até à próxima segunda-feira, que já conta com cerca de 9 mil pessoas, sendo a meta as 10 mil assinaturas, e realização de um espectáculo no Pax Julia que servirá como “montra” de tudo o que se faz em Beja, trazendo à cidade um conjunto de figuras públicas de diversas áreas ligadas a Beja, a par de grupos locais e de instituições que em diversos painéis darão a conhecer as potencialidades do Distrito. As receitas do espectáculo revertem a favor da ADPB e suportarão os custos das acções a desenvolver.

O Movimento quer levar para Lisboa, no dia da entrega da petição, uma “embaixada do Alentejo” composta pelas “forças vivas” da região, que, para além de um encontro com os Grupos Parlamentares, pretende também agendar reuniões com o Ministério das Obras Publicas, Transportes e Comunicações e com o Presidente da República, estando ainda a ser estudada a possibilidade de trazer a Beja um especialista para esclarecer dúvidas sobre o transporte ferroviário.

"As pessoas do interior têm tanto direito aos transportes públicos como têm as de Lisboa, Porto ou qualquer ponto do País"

 

Na manhã de Sábado, o Ramal Ferroviário de Cáceres recebeu uma das suas últimas viagens. À Freguesia de Beirã chegou, por volta das 11 horas, uma carruagem repleta de gente, com destaque para vários representantes de várias associações de entusiastas da ferrovia que decidiram organizar uma jornada de protesto e solidariedade por este serviço regional.

Esta foi a acção que o Clube de Entusiastas do Caminho-de-Ferro (Lisboa) levou a cabo, "num dia muito triste não só para os amantes e passageiros deste ramal", em que o serviço de passageiros no Ramal de Cáceres, inaugurado a 6 de Junho de 1880, entre Torre das Vargens (Ponte de Sor) e Beirã (Marvão), foi reduzido a um comboio internacional, contra o que se têm manifestado autarquias, partidos políticos, associações e outras entidades, para além da população que, assim, fica ainda mais isolada.

 

BUROCRACIA ENTRAVA ARRANQUE de LEILÕES DE GADO EM ESTREMOZ

A abertura dos leilões de gado promovidos pela Associação de Criadores de Ovinos da Região de Estremoz (ACORE), que estava prevista para o final do ano passado, continua sem data marcada, segundo o presidente da ACORE, adiantando que o atraso se deve à enorme burocracia que é preciso vencer para concluir o processo.

Os leilões de gado de Estremoz, nos quais terão prioridade os animais dos sócios da ACORE, serão realizados no Parque de Feiras e Exposições, numa primeira fase com periodicidade mensal podendo, posteriormente, passar a quinzenais.
O arranque dos leilões de gado no âmbito da região poderá ser um passo importante para a valorização e rentabilização da actividade pecuária e o desenvolvimento económico do nosso mundo rural já que, como assevera João Tavares, “a cultura cerealífera não tem o menor interesse”.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds