Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Câmara de Beja aprovou as Grandes Opções do Plano

 

... e o Orçamento para 2011, por maioria, com a abstenção dos vereadores da CDU. O desenvolvimento económico, a coesão social e a qualidade de vida são prioridades para o próximo ano.
Segundo o presidente da Câmara, este é um Orçamento “viável, inadiável e inultrapassável” dada a crise, que ronda os 42,6 milhões de euros, menos cerca de 5 milhões de euros do que o de 2010, e “aproxima-se gradualmente dos valores reais”.

Pulido Valente mostrou-se surpreendido pela abstenção dos eleitos da CDU pois “nada objectaram relativamente às prioridades estabelecidas (...).

Os vereadores da CDU justificaram a sua abstenção porque “este orçamento vai agravar as dificuldades de quem já sente dificuldades” e acusam o Executivo Camarário de falta de vontade política para realizar obras com projectos e financiamentos já garantidos, esclarecendo que, depois de terem sido convidados para apresentar propostas para o Plano de Actividades, o que fizeram, apenas viram a proposta de não reduzir as verbas a transferir para as Juntas de Freguesia considerada, lamentando que todas as outras não tenham sido consideradas, para além de não ter sido dada pela maioria qualquer justificação sobre a recusa das mesmas.

 

“Flor da Rosa – Escultura de João Cutileiro” ganhou Menção Honrosa

A Associação Portuguesa de Museologia (APOM) atribuiu à Exposição “Flor da Rosa – Escultura de João Cutileiro” a Menção Honrosa para o prémio “Melhor Exposição”, que premiou o trabalho de organização daquela que foi a primeira exposição no espaço da Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa, no Crato, após as obras de recuperação e valorização a que foi sujeita.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Concordo em absoluto que o caminho não é por aí.

  • Anónimo

    O eterno problema das mentes pequeninas e poucochi...

  • Anónimo

    Queria dizer pelotão,mas saiu asneira,que não vi.

  • Anónimo

    Tem tudo para ganhar.

  • Anónimo

    A Margalha não entra na lista para favor número co...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds