Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Alentejo, Tempo para ser feliz”

é a assinatura da nova imagem e linha de comunicação criadas para qualificar o Alentejo, de Nisa a Odemira, como um destino de excelência, possuidor de uma oferta turística ímpar, afirma a propaganda oficial, acrescentando que a assinatura “tempo para ser feliz indica que o tempo no Alentejo tem outra medida: é mais vasto, mais humano, mais profundo e mais aberto”.

“Férias em família”, “Escapadelas a dois”, “Mochila às costas” e “Seniores activos” são os quatro segmentos-alvo do plano promocional, que visa aumentar a notoriedade do destino e potenciar o crescimento turístico na Região, contrariando a tendência de sazonalidade, escrevem os "autores" da campanha.

Alvito ficará mais pobre…

se o que aqui é anunciado se concretizar,

porque deixará de ter a promoção e animação

que as iniciativas desta Instituição traziam ao Concelho.

Será que se trata de uma decisão irreversível?

O que foi feito pelas entidades competentes

para evitar que tal venha a acontecer,

se é que da situação têm conhecimento?

PCP reafirmou a sua defesa do Aeroporto de Beja

Na sequência da auditoria do TC ao projecto do Aeroporto de Beja, a DORBE do PCP reiterou que “desde os anos oitenta que este partido, propôs, defendeu e continua a defender a construção do aeroporto de Beja como uma infra-estrutura fundamental para o desenvolvimento do distrito, do Alentejo e do País” e responsabilizou os governos do PSD e PS pelos sucessivos atrasos e indecisões sobre o projecto, recordando que ao longo destes anos, criticou os atrasos e indecisões nos sucessivos estudos e construção do Aeroporto, bem como as acessibilidades inerentes ao mesmo, como a rede ferroviária e o IP 8.  

O PCP denunciou ainda a indefinição sobre o modelo de gestão do aeroporto bem como a falta de vontade política para avançar rapidamente com o projecto, reafirmando a sua defesa de um modelo de gestão pública, envolvendo as instituições representativas da região, que assegure as condições necessárias ao rápido aproveitamento de todas as suas potencialidades, incluindo a instalação de um cluster associado às actividades aeronáuticas.

No âmbito da sua actividade parlamentar, o deputado João Ramos, em conjunto com a Direcção da Organização Regional de Beja do PCP, irá ter um encontro com o presidente do Conselho de Administração da EDAB na próxima 2ª feira, pelas 15,00 horas.

Comentários recentes

  • Ana Matos Pires

    Como dizia o outro "seu grandessíssimo e alternadí...

  • Anónimo

    Perdeu uma boa oportunidade de estar calado porque...

  • Vitor Paixão

    Por vezes dou comigo a pensar se falo, se fico cal...

  • Anónimo

    Saloio é você seu atrasado mental

  • Anónimo

    Já a pensar nas criticas ao festival ainda ele não...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds